Conexão Subterrânea

Citation
Conexão Subterrânea

Material Information

Title:
Conexão Subterrânea
Series Title:
Conexão Subterrânea
Creator:
Redespeleo (Brazil)
Publisher:
Redespeleo (Brazil)
Publication Date:
Language:
Portuguese

Subjects

Subjects / Keywords:
Regional Speleology ( local )
Genre:
serial ( sobekcm )
Location:
Brazil

Notes

General Note:
Nesta edição você saberá mais sobre os seguintes assuntos: - ESPELEO 2005 - 1º Encontro Técnico da Redespeleo Brasil - Novas explorações na Toca da Boa Vista - Livro "Espeleologia - Noções Básicas" será lançado em São Paulo e Belo Horizonte - Tocantins - a última fronteira - Torca del Carlista é ameaçada por túnel - Queda de estalactite fere estudantes - Revista Quebra Corpo Número 12 será lançada em São Paulo - Revista O Carste lança novo número
Restriction:
Open Access
Original Version:
No. 21 (2005)
General Note:
See Extended description for more information.

Record Information

Source Institution:
University of South Florida Library
Holding Location:
University of South Florida
Rights Management:
All applicable rights reserved by the source institution and holding location.
Resource Identifier:
K26-01227 ( USFLDC DOI )
k26.1227 ( USFLDC Handle )
12618 ( karstportal - original NodeID )
1981-1594 ( ISSN )

USFLDC Membership

Aggregations:
Added automatically
Karst Information Portal

Postcard Information

Format:
serial

Downloads

This item has the following downloads:


Full Text

PAGE 1

Nmero 21, 02 de junho de 2005 Como anunciado nas ltimas edies do Conexo Subterrnea, ocorreu no ltimo feriado de Corpus Christi, de 26 a 29/05, o Espeleo 2005, 1 Encontro Tcnico da Redespeleo Brasil. O evento contou com a participao de 150 pessoas e 20 apoiadores. Estavam presentes todos os grupos que compe a Redespeleo Brasil (EGB, Bambui, GPME, GEEP-Aungui e UPE), alm de outros grupos e instituies como EGRIC, GEBE (Uninove), IPT, GESP, Hydrokarst, GAPMA, espelelogos independentes e representantes da comunidade local (monitores e interessados). O evento teve um enfoque prtico. Durante o dia, os participantes puderam acompanhar cursos de topografia e de tcnicas verticais, sadas temticas de biologia e geologia, participar de equipes de topografia ou simplesmente passear pelas grutas do PETAR, desconhecidas de uma grande parte dos participantes, vindos de outros Estados brasileiros. No incio da noite era a vez das apresentaes, que foram bastante enriquecedoras e variadas, divididas em trs grandes temas. Na quinta-feira 26/05, foi o dia das apresentaes dos grupos presentes que puderam expor suas reas de atuao e caractersticas principais. noite houve o lanamento da revista "Quebra Corpo" nmero 12, do Grupo Pierre Martin de Espeleologia, e uma homenagem especial da Redespeleo aos grandes nomes locais que contriburam muito com os espelelogos, nos primrdios da explorao das cavernas do Vale do Ribeira. So eles Joaquim Justino (JJ), Vandir de Andrade, Oides Rodrigues de Andrade (Didi) e Jos Lopes dos Reis (Z das Grutas). Infelizmente, apenas o Sr. JJ e o Sr. Vandir puderam estar presentes. Aps a entrega das placas de homenagem, o Sr. JJ respondeu com bonitas palavras em nome dos homenageados. Na sexta-feira, 27/05, as apresentaes focaram mais a explorao, com descries dos trabalhos executados em vrios pontos do Brasil, do Sul Amaznia. noite, houve o lanamento do livro "Espeleologia Noes Bsicas" de Augusto Auler e Leda Zogbi. A noite terminou em uma festa junina organizada no Bairro da Serra. No sbado, 28/05, foi a vez das apresentaes de topografia. Ricardo Martinelli anunciou as doaes efetuadas prefeitura: considervel quantidade de material odontolgico e mais de 300 peas de roupa, doadas na campanha do agasalho organizada anteriormente. Houve tambm a apresentao do resultado do projeto "Foto na Lata" realizado pela Imagem Atitude, junto a 200 crianas de Iporanga, que tiveram noes de como funcionava uma cmera fotogrfica, feita artesanalmente com latas perfuradas e papel fotogrfico. Em seguida, foram anunciados os ganhadores do concurso de fotografias, e distribudos os prmios. A noite se encerrou com uma festa organizada pela Redespeleo Brasil no coreto da praa central de Iporanga, onde o grupo Z Caxang de Pirassununga fez as centenas de pessoas presentes danarem at s 3h30 da madrugada, ao som de MPB, Rock e forr. A festa foi realmente inesquecvel para os que estiveram presen tes, e encerrou com chave de ouro o evento. O Espeleo 2005 como primeiro encontro tcnico promovido pela Redespeleo Brasil foi um sucesso. Os presentes puderam tomar conhecimento do que est sendo feito nas reas tcnicas da espeleologia no Brasil, alm de ter a oportunidade de se conhecerem pessoalmente e trocarem informaes e experincias. A integrao foi muito boa, e acreditamos que o evento tenha cumprido seu papel. Leda Zogbi Leda Zogbi Leda Zogbi ESPELEO 2005 1 Encontro Tcnico da Redespeleo Brasil

PAGE 2

Aformao geolgica conhecida como grupo Bambu a mais extensa rea carbontica do Brasil, estendendo-se pelos Estados de Minas Gerais, Bahia, Gois e Tocantins. Esta formao tambm compreende a maior parte das cavernas do nosso pas, dentre as quais algumas das mais importantes. Entretanto, nas formaes do grupo Bambui, ainda existem extensas reas pouco exploradas ou completamente desconhecidas. Esta foi a inteno da equipe, quando, no dia 24 de maro ltimo, partiu rumo ao sul do Tocantins, no limite norte da formao Bambu, com o objetivo de um reconhecimento preliminar da regio, visando avaliar o potencial para futuras exploraes. No municpio de Dianpolis, foram exploradas e topografadas algumas cavidades, alm de visitadas outras j conhecidas. As cavernas no apresentaram grandes desenvolvimentos, embora haja inmeras indicaes que merecem ser verificadas. O fato de o calcrio se apresentar sob a forma de pequenos macios isolados diminui o potencial de existncia de cavernas maiores. Mais ao norte, no municpio de Pindorama, foi visitada e iniciada a topografia da conhecida Lagoa do Japons. Trata-se de uma ressurgncia crstica que se assemelha Gruta da Pratinha, em Iraquara, Bahia. A cavidade formada por uma rede labirnticaNovas exploraes na Toca da Boa Vista Adotando um formato diferente dos anos anteriores, quando as expedies Toca da Boa Vista eram realizadas durante o reveillon, fizemos uma rpida viagem a Campo Formoso de 29 de abril a 9 de maio que contou com a participao de 8 pessoas. Tambm aproveitamos o perodo letivo em andamento para ministrar uma srie de palestras para os alunos e professores da rede pblica, visando principalmente questes preservacionistas e a importncia das cavernas. A expedio mapeou um total de 1.800 m de galerias, que devem elevar a projeo horizontal da Toca da Boa Vista e da Barriguda para 105,3 e 33 km, respectivamente. Na Barriguda foi encontrada uma passagem alternativa para o "Homem Gelia": a passagem da "Mulher Goiabada". Esta, apesar de tambm ser rastejante, mais curta do que a atualmente utilizada podendo ser uma boa opo para o futuro. Ainda na Barriguda, no extremo leste da caverna (regio do conduto "Titanic"), foi encontrado um local com boas opes para a expanso da caverna, reavivando as esperanas de se encontrar a to sonhada conexo com a TBV. Na Toca da Boa Vista as exploraes se concentraram no "Fim de Mundo", rea com maior possibilidade de expanso, embora sua explorao se mostre extremamente difcil e cansativa. Tudo indica que a TBV e a Barriguda ainda sero exploradas por muitos anos pois, apesar de todas as dificuldades, so cavernas fantsticas e com muitas peculiaridades. Agradecemos a Prefeitura de Campo Formoso, em especial a prefeita Dra. Iracy Arajo e a Sra. Maria Regina pelo constante apoio s nossas atividades na regio. Tambm somos gratos hospitalidade da populao, sobretudo aos moradores de Laje dos Negros, que tornam cada vez mais difcil ficar por muito tempo longe da Toca da Boa Vista. Livro “Espeleologia Noes Bsicas” ser lanado em So Paulo e Belo HorizontePara quem no pode estar presente no Espeleo 2005, ainda h duas chances de ir o lanamento do livro Espeleologia Noes Bsicas ", de Augusto Auler e Leda Zogbi. Em So Paulo, o lanamento ocorrer no dia 06/06/05, segunda-feira, a partir das 19h30, na Aliana Francesa do Centro, Rua General Jardim 182. Em Belo Horizonte, o lanamento ser no sbado 25/06/05, s 20h00, no Museu de Mineralogia Professor Djalma Guimares, popularmente conhecido como "Rainha da Sucata", na Praa da Liberdade. Todos esto convidados para comemorar conosco a realizao deste primeiro livro tcnico publicado pela Redespeleo Brasil.Por Yuri Stvale e Ezio Rubbioli Grupo Bambu de Pesquisas Espeleolgicas parcialmente inundada. A parte seca apresenta sales ricamente ornamentados que contrastam com o tom azulado e cristalino das reas alagadas. Foram topografados cerca de 600 metros, restando algumas continuaes inexploradas, inclusive com potencial para espeleomergulho. Apesar da viagem ter sido breve (de 24 a 30 de maro) e ter contado com uma equipe de apenas trs pessoas, foi possvel constatar que o potencial da regio bastante promissor. A dificuldade de acesso e as extensas reas desabitadas so os principais entraves s prospeces que devem ser planejadas com permanncias mais prolongadas. Tocantins a ltima fronteira Por Ezio Rubbioli Grupo Bambu de Pesquisas Espeleolgicas

PAGE 3

Queda de estalactite fere estudantes Trs estudantes ficaram feridos com a queda de uma estalactite na caverna Valle de l'Amour em Guyang, na provncia de Guizhou, China. Dois dos estudantes, apesar de gravemente feridos, no correm risco de morte. Os custos com o socorro dos estudantes sero cobertos pelo governo. As causas do acidente ainda esto sob investigao. No Brasil, um acidente similar ocorreu em junho de 2004 com a queda de uma estalactite na Gruta do Lago Azul em Bonito (MS) (ver Conexo Subterrnea n8). F o n t e : www.xinhuanet.com 11/05/2005 (artigo original enviado por J.A.Ferrari). Torca del Carlista ameaada por tnel Uma das mais importantes cavernas da Espanha, a Torca del Carlista, possuidora do maior salo subterrneo da Europa (e terceiro maior do mundo) medindo 500 m por 250 m por 125 m de altura no ponto central, est ameaada. A prefeitura local planeja a construo de um tnel que permita a visitao turstica na caverna. No entanto, os ambientalistas argumentam que no foram efetuados os estudos bsicos necessrios. A abertura de um tnel poderia modificar radicalmente o microclima do local. No se sabe ao certo como isto afetar a ecologia da caverna, sua temperatura e umidade. A prefeitura planeja efetuar uma sondagem preliminar de modo a balizar a abertura do tnel. Os ambientalistas ainda argumentam que energia necessria para iluminar o gigantesco salo representaria um impacto importante para a caverna. Uma home page ( http://es.geocities.com/torcadelcarlista/index.htm ) foi criada pelos ambientalistas locais visando angariar apoio para que a sondagem (e o tnel) sejam cancelados. F o n t e : Gara 28/04/2005 e http://es.geocities.com/torcadelcarlista/index.htm. Revista Quebra Corpo Nmero 12 ser lanada em So Paulo Consecutivamente ao lanamento do livro "Espeleologia, Noes Bsicas", ser lanado no prximo dia 06/06 s 19h30 em So Paulo (Rua General Jardim, 182) o 12 nmero da Revista "Quebra Corpo" do Grupo Pierre Martin de Espelologia. A revista, bianual, contm artigos diversos sobre as atividades do grupo nos ltimos dois anos, tais como: exploraes e mapeamentos nas regies da Serra da Canastra, Minas Gerais; Nobres, Mato Grosso; Ressurgncia das Areias das guas Quentes, So Paulo; Central, Bahia; Gruta do Jeremias, So Paulo: expedio pioneira de 1968, e retopografia da gruta pelo grupo. Todos esses artigos so acompanhados de mapas coloridos. Outros artigos diversos completam a revista, como: geomorfologia em terrenos crsticos, minerais de cavernas, a passagem de Michel Le Bret pelo Brasil em Julho de 2004, histrico das exploraes da Fontaine de Vaucluse, na Frana, novas teorias sobre a perspectiva futura do crescimento vertical das cavernas, experincias na Chapada Diamantina, uma histria cmica que ocorreu durante uma expedio em Itapeva, a visita ao Museu "Ecomuse du Gouffre", em Vaucluse, Frana e por fim o log de atividades do grupo em 2004. Todos os artigos so de autoria dos integrantes do GPME, um dos mais ativos grupos espelolgicos do Brasil. Revista O Carste lana novo nmeroArevista espeleolgica O Carste, publicada pelo Grupo Bambu de Pesquisas Espeleolgicas lanou um novo nmero, correspondente a janeiro de 2005 (Vol.17, n 1). Este nmero apresenta uma visita s colees espeleolgicas de Lund em Copenhague na Dinamarca por Walter Neves e Lus Pil; uma descrio das mais recentes investidas na regio de Bulha d'gua e Buenos, no sul do Estado de So Paulo por Roberto Brandi; um artigo histrico que resgata a passagem da expedio Langsdorff pela Gruta Casa de Pedra, em Minas Gerais, no incio do sculo 19, artigo escrito por Roberto Cassimiro e Friedrich Renger; um relato da expedio que descobriu o maior salo subterrneo do Brasil, na Garganta do Bacupari, So Desidrio, Bahia, por Adelino Parizi. Para assinar O Carste escreva para: carste@net.em.com.br. A Assinatura anual custa R$25,00. C o m i s s o E E d i t o r i a l : Adriano Gambarini, Augusto Auler, Ericson C. Igual, Ezio Rubbioli, Leda Zogbi, Luis Fernando S. Rocha, Marcos O. Silvrio, Toni Cavalheiro. D i a g r a m a o : Carlos H. Maldaner. L o g o t i p o : Daniel Menin.ExpedienteArtigos assinados so de responsabilidade dos autores. Artigos no assinados so de responsabilidade da comisso editorial. A reproduo de artigos aqui contidos depende de autorizao dos autores e deve ser comunicada REDESPELEO BRASIL ( conexao@redespeleo.org ).


Description
Nesta edio voc
saber mais sobre os seguintes assuntos: ESPELEO 2005 1
Encontro Tcnico da Redespeleo Brasil Novas exploraes na
Toca da Boa Vista Livro "Espeleologia Noes Bsicas" ser
lanado em So Paulo e Belo Horizonte Tocantins a ltima
fronteira Torca del Carlista ameaada por tnel Queda de
estalactite fere estudantes Revista Quebra Corpo Nmero 12
ser lanada em So Paulo Revista O Carste lana novo
nmero


printinsert_linkshareget_appmore_horiz

Download Options

close
Choose Size
Choose file type
Cite this item close

APA

Cras ut cursus ante, a fringilla nunc. Mauris lorem nunc, cursus sit amet enim ac, vehicula vestibulum mi. Mauris viverra nisl vel enim faucibus porta. Praesent sit amet ornare diam, non finibus nulla.

MLA

Cras efficitur magna et sapien varius, luctus ullamcorper dolor convallis. Orci varius natoque penatibus et magnis dis parturient montes, nascetur ridiculus mus. Fusce sit amet justo ut erat laoreet congue sed a ante.

CHICAGO

Phasellus ornare in augue eu imperdiet. Donec malesuada sapien ante, at vehicula orci tempor molestie. Proin vitae urna elit. Pellentesque vitae nisi et diam euismod malesuada aliquet non erat.

WIKIPEDIA

Nunc fringilla dolor ut dictum placerat. Proin ac neque rutrum, consectetur ligula id, laoreet ligula. Nulla lorem massa, consectetur vitae consequat in, lobortis at dolor. Nunc sed leo odio.