Citation
SBE Antropoespeleologia

Material Information

Title:
SBE Antropoespeleologia
Series Title:
SBE Antropoespeleologia
Alternate Title:
SBE Antropoespeleologia: Boletim Eletrônico da Seção de História da Espeleologia da SBE
Publisher:
Sociedade Brasileira de Espeleologia
Publication Date:
Language:
Portuguese

Subjects

Subjects / Keywords:
Regional Speleology ( local )
Genre:
serial ( sobekcm )

Notes

General Note:
A caverna secreta de Arrasi - Botucatu sediará evento sobre o universo - Virus letal - Imagem de Nossa Senhora é depredada no RS - Ayala Cave Disco - As cavernas da Hungria - UEPB inicia mapeamento arqueológico e espeleológico na APA das Onças - Bom Jesus da Lapa espera 200 mil para a festa do padroeiro - Gruta do Escoural, Portugal - Tubos de lava em destaque nos Açores - Cerimônia homenageia vítimas de massacre - Festa de Nossa Senhora do Carmo da Penha - Maníaco preso em caverna - Preso acusado de crimes de guerra - Foto do Leitor: Lapa de Antônio Pereira ou Gruta da Lapa.
Restriction:
Open Access - Permission by Publisher
Original Version:
Vol. 1, no. 11 (2008)
General Note:
See Extended description for more information.

Record Information

Source Institution:
University of South Florida Library
Holding Location:
University of South Florida
Rights Management:
All applicable rights reserved by the source institution and holding location.
Resource Identifier:
K26-03348 ( USFLDC DOI )
k26.3348 ( USFLDC Handle )
8602 ( karstportal - original NodeID )
1982-3630 ( ISSN )

USFLDC Membership

Aggregations:
Karst Information Portal

Postcard Information

Format:
Serial

Downloads

This item has the following downloads:


Full Text
Description
A caverna secreta de Arrasi Botucatu sediar evento
sobre o universo Virus letal Imagem de Nossa Senhora
depredada no RS Ayala Cave Disco As cavernas da Hungria -
UEPB inicia mapeamento arqueolgico e espeleolgico na APA
das Onas Bom Jesus da Lapa espera 200 mil para a festa do
padroeiro Gruta do Escoural, Portugal Tubos de lava em
destaque nos Aores Cerimnia homenageia vtimas de
massacre Festa de Nossa Senhora do Carmo da Penha Manaco
preso em caverna Preso acusado de crimes de guerra Foto
do Leitor: Lapa de Antnio Pereira ou Gruta da Lapa.



PAGE 1

R S B E S B E A n t r o p o e s p e l e o l o g i a 1 S B E S B E A n t r o p o e s p e l e o l o g i a Boletim Eletrnico da Seo de Histria da Espeleologia da SBE Ano 1 N 1 1 15/08/2008 ISSN 1982-3630 A CA VERNA SECRET A DE ARRA S N e w s s o h u c o m N e w s s o h u c o m Sob a cidade francesa de Arras uma cidade secreta abrigou cerca de 25.000 soldados a apenas poucos metros d o i n i m i g o. E s t a e n o r m e o b r a d e engenha ria inclua capelas cantina s centrais eltricas uma pequena ferrovia e um hospital Essa "mega trincheira" foi construda aps o massacre da batalha do Somme em 1916, quando generais britnicos tentaram uma nova grande ofensiva em Arras E s t e t a l v e z u m d o s m a i s s u r p r e e n d e n t e s s m b o l o s d a Pri m e i r a G u e r r a M u n d i a l : i n g e n u i d a d e determinao poder humano e as trevas que fazem parte desta incrvel cidade subterrnea Adaptado de R obert Hardman, The Daily Mail; BBC on-Line Soldados deixam a caverna durante o dia (Foto:The Daily Mail) Atrs de Robert Har dman, uma das sadas utilizadas pelos soldados (Foto:The Daily Mail) VRUS LET AL Depois da morte de uma holandesa que esteve visitando a Caverna Python nas Florestas de Maramagambo Unganda a Or ga ni za o Mu nd ia l da Sade emitiu um alerta contra o Vrus Marburg Acredita-se q u e a t u r i s t a t e n h a s i d o c o n t a m i n a d a a p s t e r t i d o contato com um morcego N a p o c a e m q u e f o i d e s c o b e r t o o v r u s f o i encontrado em F rankfurt e em Belgrado na antiga Iugoslvia N a o c a s i o 3 1 p e s s o a s f i c a r a m d o e n t e s e s e t e m o r r e r a m s e g u n d o a O r g a n i z a o M u n d i a l d a Sade Entre eles funcionrios d e l a b o r a t r i o s m d i c o s e parentes das vtimas Casos do vrus so raros e foram registrados em poucos lugares Apesar de o vrus ter surgido na Europa em 1967, ele v e i o c o m m a c a c o s d e Uganda Nenhum outro caso foi registrado at 1975, quando u m v i a j a n t e q u e provavelmente foi exposto ao v r u s n o Z i m b b u e desenvolveu a doena em Johanesburgo frica do Sul Em 1980 outros dois casos foram registrados no oeste do Qunia Outros casos isolados foram registrados em 1987, tambm no Qunia e no ano s e g u i n t e n a R e p b l i c a Democrtica do Congo A ltima epidemia ocorreu em 2004-2005 onde 355 das 3 9 9 p e s s o a s c o n t a m i n a d a s morreram Adaptado de NewScientist.com BOTUCA TU SEDIAR EVENTO SOBRE O UNIVERSO A Estncia Nova Era em Botucatu (100 quilmetros de Bauru), ser palco em setembro do XII Dilogo com o Universo No evento que ter a participao de personalidades da comunidade ufolgica brasileira cientistas e espiritualistas tambm sero realizados debates conferncias e painis sobre a vida extraterrestre A suposta manifestao de naves e seus tripulantes em nosso planeta est na pauta do evento que ser realizado entre os dias 5 e 7 de setembro A escolha do municpio para abrigar o evento no foi por acaso Em Botucatu cujo nome significa “ bons ares ” em tupi-guarani (ybytu-k atu), esto as “ misteriosas ” rochas conhecidas como “ T rs P edras ”. No muito longe das “ T rs P edras ”, tambm existe uma caverna que teria sido usada como moradia por ndios no passado P rova disso so as inscries encontradas nas paredes da caverna O acesso ao local atravs de uma mata Durante o evento quem quiser poder optar por participar do ufoturismo visitando o mirante das “ T rs P edras ”. T ambm haver viglia com palestra sobre as tcnicas de filmagens noturna ministrada pelo professor Alexandre F icheli O frum chama a ateno de vrios pesquisadores professores e especialistas de diversas reas relacionadas de alguma forma com os “ mistrios ” do universo http://www .jcnet.com.br/editorias/detalhe_regional.php?codigo=135192

PAGE 2

2 S B E S B E A n t r o p o e s p e l e o l o g i a IMA GEM DE NOSS A SENHORA DEPRED AD A NO RS Um dos pontos tursticos mais visitados de Santiago est ameaado Segunda-feira noite a Gruta Nossa Senhora de Ftima no distrito de Ernesto Alves foi transformada em um cenrio de total desrespeito e vandalismo No local que desde 1956, atrai visitantes e peregrinos de vrios pases marginais quebraram todas as esttuas Alguns detalhes na depredao chamaram a ateno da polcia: os olhos das imagens foram per furados e no altar onde ficava a santa que d nome gruta estavam dois bonecos de pano molhados A ao assustou fiis moradores e a utoridades Os zeladores foram os primeiros a ver o estrago Eles chegaram para cumprir suas funes dirias: limpar e organizar a gruta Tiveram de conter a emoo quando viram o desrespeito com as imagens .F oi triste ver nossos objetos de f estraalhados F iquei com dor no corao quando vi as santinhas quebradas contou a zeladora Dionete Maria Dadiap R ecentemente o local foi reformado para ganhar ares de balnerio O acesso foi asfaltado e nas margens do Rio R osrio foram construdos churrasqueiras bancos e banheiros P orm nenhum destes itens foi atacado Segundo a prefeitura as obras de restaurao devem comear ainda hoje Algumas p eas no tero condies de serem recuperadas por causa do estado em que ficaram P ara o proco da cidade Ernesto Mengarda 64 anos a atitude lamentvel Ele afirma estar chocado com as cenas que viu no local de f e peregrinao onde j realizou diversas missas A punio para esse tipo de crime faltar com respeito a objeto religioso pelo Cdigo P enal de priso de um ms a um ano Nossa Senhora de Ftima uma das santas mais populares da Igreja Catlica A fama comeou em 1917, em P ortugal quando trs crianas viram as sete aparies dela No dia 13 de julho de 1917, na terceira apario Ftima revelou os famosos trs segredos que seriam o comeo da 1 Guerra Mundial em 1918, o atentado ao P apa Joo P aulo 2, em 1981, e o fim do comunismo em 1989, com a queda do Muro de Berlim na Alemanha Adaptado do Dirio de Santa Maria Estado em que a imagem ficou aps a ao dos vndalos (Foto: ) Arami Fumaco A Y AL A CA VE DISCO Nas redondezas da histrica e colonial cidade de T rinidad Cuba e x i s t e u m a d i s c o t e c a q u e f a z sucesso O detalhe que a boate uma caverna As imagens e o vdeo falam por si s http://www .environmentalgraffiti.com/ A S CA VERNA S D A HUNGRIA O distrito do Castelo Budapeste (Hungria), apresenta inmeras cavernas cheias de histria A mais conhecida a Castle Cave utilizada pelos alemes durante a Segunda Guerra Mundial como centro de comand o e a r m a z e n a m e n t o d e m u n i e s Alm da Castle Cave a L abyrinth of Buda Castle tambm apresenta rica histria em tempo de guerra principalmente durante a Guerra F ria onde foi usada como base militar secreta P ara aqueles que no se interessam pela histria militar o turismo religioso tambm se faz presente na Hungria So inmeras a s c a v e r n a s u t i l i z a d a s c o m o igrejas na regio http://www .labirintus.com A “Igreja na Rocha” (Foto: Ashley Davis)

PAGE 3

3 S B E S B E A n t r o p o e s p e l e o l o g i a UEPB INICIA MAPEAMENTO ARQUEOL"GICO E ESPELEOL"GICO NA AP A D A S ONA S P or Juvandi de Souza Santos (SBE 1228) Doutorando em Histria (Ar queologia) PUC/RS; P r ofessor da UEPB P ublicado no Dirio Oficial da Unio do dia 05 de junho a liberao do IPHAN para a UEPB poder atuar em atividades arqueolgicas na maior e menos conhecida rea de P reser vao Ambiental (AP A) da P araba as atividades comearam de imediato L ocalizada no municpio de So Joo do Tigre extremo sul da P araba a AP A das Onas vem recebendo visitas freqentes da equipe coordenada pelo professor Juvandi Santos Inicialmente a UEPB recebera uma autorizao para escavar um nico stio arqueolgico na AP A atividade esta realizada no ms de abril no stio cemitrio P inturas I Como a rea demonstrou tratar -se de um gigantesco enclave arqueolgico e capaz de fornecer dados da cultura material dos antigos habitantes da regio a UEPB solicitou autorizao junto ao Governo F ederal para poder atuar em toda a AP A e seu entorno correspondendo ao municpio de So Joo do Tigre A ltima investida da equipe do prof Juvandi deu-se entre os dias 17 e 19 do corrente ms com trabalhos de prospeces sondagens plotagem e medies bsicas em dois outros cemitrios indgenas da regio : o P inturas II e o Jucurutu Ambos segundo a previso do prof Juvandi sero escavados este ano com o objetivo de fornecer melhores e mais dados para entender o processo de povoamento pr-histrico dos sertes da P araba bem como a extino dos grupos humanos que ali viviam no ps-contato Alm dessa atividade trs stios espeleolgicos (Cavidades Naturais), foram mapeados bem como a equipe visitou o P ico do P aulo na Serra do P aulo que disputa com o P ico do Jabre em Maturia a primazia de ser o ponto mais elevado do estado da P araba P ara comprovar qual dos dois picos o mais elevado em relao ao nvel do mar parte da equipe estar se deslocando nos prximos dias at o Jabre para a realizao das devidas atividades de medio por GPS O prof Juvandi atribui a no citao do P ico do P aulo em So Joo do Tigre nos livros didticos como um dos pontos de maior altitude do estado da P araba ao isolamento do municpio bem como ao dificlimo acesso a Serra do P aulo O municpio de So Joo do Tigre destaca-se no apenas pela riqueza arqueolgica e espeleolgica mas tambm por ser um dos poucos rinces da P araba onde animais como onas macacos veados tamandus etc ., so comuns e vistos com freqncia alm de apresentar uma flora de caatinga com plantas endmicas objetivo da UEPB alm das atividades arqueolgicas espeleolgicas e paleontolgicas o desenvolvimento de pesquisas faunsticas florsticas e geolgicas na regio alm claro de atividades de Educao Ambiental e P atrimonial na rea do municpio As prximas atividades devero ocorrer no ms de setembro quando outros stios sero visitados para posterior inter veno e registro junto ao IPHAN Nacional BOM JESUS D A L AP A ESPERA 200 MIL P ARA A FEST A DO P ADROEIRO P or Mriam Hermes Bom Jesus da L apa (796 km de Salvador no oeste do estado) comemora nesta quarta-feira 6, o dia do padroeiro da cidade A expectativa reunir 200 mil pessoas Os hotis pousadas e rancharias (casas transformadas em albergues) esto lotados desde o final de semana A novena preparatria encerrada na noite desta tera no santurio do Bom Jesus tendo por pregador o bispo de Ihus (BA), Dom Mauro Montagnoli Desde as 5h que os romeiros oriundos de todos os estados do Brasil mas principalmente de municpios baianos e mineiros rezam e acendem velas pagando promessas e pedindo graas A festa de Bom Jesus da L apa acontece h 317 anos e considerada a terceira maior do Brasil em nmero de visitantes atrs apenas de Aparecida em So P aulo e P adre Ccero em Juazeiro do Norte (CE). Segundo estimativa da prefeitura o santurio deve atrair cerca de 800 mil fiis no perodo dos principais festejos que comeam em julho com a R omaria da T erra e das guas e terminam com a comemorao de N o s s a S e n h o r a d a S o l e d a d e e m s e t e m b r o O s peregrinos porm visitam a gruta transformada em catedral o ano todo A programao comea com uma alvorada festiva s 5h s 7h acontece a missa solene na esplanada do santurio com os bispos de Bom Jesus da L apa Ilhus e Itabuna De tarde tem a tradicional procisso e noite a despedida dos romeiros na gruta http://www .atarde.com.br/cidades/noticia.jsf?id=928275

PAGE 4

4 S B E S B E A n t r o p o e s p e l e o l o g i a GRUT A DO ESCOURAL, PORTUGAL A Gruta do Escoural o ponto fundamental do stio arqueolgico do Escoural situada na Herdade da Sala em Alentejano de Montemor -o-Novo freguesia de Santiago do Escoural a nica caverna conhecida at agora no P as com gravuras e pinturas rupestres datadas do P erodo P aleoltico Superior A Gruta constituda por vrios sales que ser viram populaes h cerca de 50.000 anos e que ilustraram o seu interior com cenas do seu cotidiano A primeira ocupao remonta ao P aleoltico Mdio quando grupos de caadores-coletores utilizaram esta Gruta como abrigo temporrio para a caa J durante o P aleoltico Superior (35.000 a 8.000 a .C .), a rea foi reaproveitada como Santurio onde so visveis os vestgios decorativos da Arte P r-Histrica No P erodo Neoltico (5.000 a .C a 3.000 a .C .), a Gruta foi transformada em cemitrio das comunidades de agricultores e pastores localizadas nos arredores Estes aproveitaram as lajes calcrias do exterior da gruta para gravar diversos motivos esquemticos e animais estilizados formando um santurio rupestre ao ar livre No final deste P erodo a Gruta encerrada sendo o espao na elevao acima da Gruta habitado por comunidades do Calcoltico (2.000 a .C .). A Gruta do Escoural foi descoberta em 1963, atravs da explorao de mrmore na Herdade da Sala ao encontrar neste espao diversas ossadas humanas e outros vestgios arqueolgicos Est classificada como Monumento Nacional P ortugus desde Outubro de 1963. O espao compreende um centro de acolhimento / espao museolgico encontrando-se presentemente em curso um programa de monitoramento ambiental com vista proteo e conser vao deste importante P atrimnio http://www .ippar .pt/patrimonio/itinerarios/alent_algar ve/itin_escoural.html CA S AMENTO TU BO S D E L A V A E M D ES T A QU E N OS A OR ES A exposio pedaggica sobre "Buracos de L ava – um patrimnio escondido", uma viagem ilustrada pelo espetacular patrimnio vulcaespeleolgico dos Aores dando a conhecer a geodiversidade e biodiversidade escondidas no seu mundo subterrneo Inaugurada no final do dia ontem pelo P residente da Cmara Municipal Ricardo Silva a exposio organizada pelo GESPEA Grupo de Estudo do P atrimnio Espeleolgico dos Aores e vai percorrer todas as ecotecas dos Aores A Ecoteca da Ribeira foi a primeira a receber este evento que procura dar a conhecer as cavidades vulcnicas dos Aores em especial aquelas que esto classificadas como Monumentos Naturais R egionais – Gruta do Car vo (So Miguel), Algar do Car vo (T erceira), Gruta das T orres (P ico) e F urna do Enxofre (Graciosa). A s i n g u l a r i d a d e d e s t e p a t r i m n i o r e c o n h e c i d a a n v e l internacional inclui estruturas geolgicas e ecossistemas peculiares que pela sua raridade e representatividade justificam a sua preser vao e conser vao Neste contexto merecem especial destaque as quatro cavidades vulcnicas que como monumentos naturais integram a R ede R egional de reas P rotegidas dos Aores Dirio dos Aores; http://www .speleoazores.com/ Foto do interior da Gruta das T orres (Foto: GESPEA Grupo de T rabalho para o Estudo do Patrimnio Espeleolgico dos Aores V ista da entrada da gruta e painel de informaes (Foto:IPP AR)

PAGE 5

5 S B E S B E A n t r o p o e s p e l e o l o g i a CERIMNIA HOMENA GEIA VTIMA S DE MA SS A CRE Uma cerimnia em homenagem aos mortos durante a Segunda Guerra Mundial na ilha de Guam foi realizada em julho deste ano A histria mostra que com o avano das tropas norte-americanas na regio as tropas jap one sas for ar am hom ens mul her es e cri an as Chamorr os a entrarem na Caverna F ena L os soldados os agrediram com as armas baionetas e granadas Dos 100 civis reunid os pelos japone ses cerca de 35 conseguiram sobreviver se escondendo sob os corpos dos mortos http://www .k uam.com; http://www .guampedia.com/ FEST A DE NOSS A SENHORA DO CARMO D A PENHA Cumprindo a tradio de honrar e venerar a padroeira a festa de Nossa Senhora do Carmo da P enha realizou-se no dia 20 de julho com a “ G r a n d e Rom a r i a ” A e x e m p l o d e a n o s a n t e r i o r e s a p r o c i s s o acompanha a imagem de Nossa Senhora do Carmo desde capela da Gruta ao Santurio onde celebrada a eucaristia A imagem de Nossa Senhora do Carmo da P enha depois transportada exclusivamente por senhoras como j tradio antiga desde a gruta at ao Santurio Esta festa em honra da P adroeira remonta ao ano de 1872 e atrai todos os anos milhares de devotos e fiis conforme explicou F undao R oriz Mendes Juiz da Irmandade A devoo Nossa Senhora da P enha remonta a Setembro de 1702 e teve por base a devoo de um ermito chamado Guilherme Vindo de uma cidade vizinha de R oma o devoto inspirado por Deus colocou uma imagem da Virgem Nossa Senhora entre uns grandes penhascos num local inspito para que fosse adorada pelos fiis que a visitavam F alecido o ermito o lugar foi ocupado pelos religiosos Carmelitas calados Nessa mesma altura a Senhora passou a denominar -se Nossa Senhora do Carmo da P enha Em 18 de Julho de 1873, o P apa P io IX concedeu uma indulgncia plenria e remisso de todos os pecados aos fiis cristos cumpridores da devoo Nossa Senhora do Carmo da P enha Esta devoo dos vimaranenses foi aumentando e deu origem primeira grande peregrinao P enha em 1894. http://www .penhaguimaraes.com/religiao/ Imagens da Nossa Senhora do Carmo da Penha na Gruta do Santurio e seu detalhe no Santurio (Foto: Santurio da Penha) V eteranos e sobr eviventes do massacr e das Cavernas Fena pr estam suas homenagens (David Castr o/Guahan Magazine) P or Adilson R osa O a n d a r i l h o P e d r o d o s Santos Grisoski de 47 anos foi preso em flagrante aps abusar sexualmente de uma menina de oito anos Ele apontado como o “ Manaco do Itoror” q u e, n a s e m a n a p a s s a d a a t a c o u o u t r a m e n i n a d a mesma idade levando-a para um matagal A priso do tarado ocorreu no bairro P arque do Sabi, em Vr zea Grande cerca de nove horas aps ele colocar a vtima numa bicicleta e lev-la para uma espcie de caverna Um e x a m e i n i c i a l r e a l i z a d o n a menina constatou indcios de violncia sexual Aps vasculhar a regio chegou-se at uma espcie de caverna onde encontraram o andaril ho que ainda tentou fugir mas foi preso sem as calas A priso foi efetuada por volta da 1h30min A menina e n c o n t r a d a n a c a v e r n a d e m o n s t r a v a e s t a r m u i t o assustada ht tp :/ /ww w .d iar iod ec uia ba .c om .br/detalhe.php?cod=322247 MANA CO PRESO EM CA VERNA

PAGE 6

F o t o d o l e i t o r F oto do leitor 6 S B E S B E A n t r o p o e s p e l e o l o g i a PRESO A CUS ADO DE CRIMES DE GUERRA A n t e s d e i m p r i m i r p e n s e n a s u a r e s p o n s a b i l i d a d e c o m o m e i o a m b i e n t e S B E A n t r o p o e s p e l e o l o g i a Comisso Editorial: L uiz Eduardo P T ravassos (Coordenador), Isabela Dalle V arela e R ose L ane Guimares R eviso : Delci Kimie Ishida T odas as edies esto disponveis em u m a p u b l i c a o e l e t r n i c a d a SBE Sociedade Brasileira de Espeleologia. T elefone/fax (19) 3296-5421. Contato : A reproduo deste per mitida, desde que citada a fonte. historia@sbe .com .br www .sbe .com .br O ex -lder sr vio-bsnio R adovan K aradzic acusado de ter planejado crimes de guerra que incluem o pior massacre na Europa desde a Segunda Guerra Mundial (1939-1945), foi preso em julho em uma ao que ps fim a uma busca de 13 anos Seus crimes so descritos pelo tribunal da ONU pa ra crimes de guerra como “cenas d o inferno escritas nas pginas mais negras da histria humana ”. Na esquerda, der Radovan Karadzic em foto de Abril de 1996. dire ita, foto de data desconhecida mas publicada na Healthy Life de Belgrado em 22 de Julho de 2008 (Associated Press/Healthy Life Magazine) Acusado de organizar o massacre de 8.000 muulmanos em Srebrenica em 1995, entre outras atrocidades da Guerra da Bsnia K aradzic liderou a lista dos mais procurados por mais de dez anos supostamente recorrendo a disfarces elaborados para fugir das autoridades A localizao de K aradzic era um mistrio desde 1998, quando foi considerado oficialmente foragido Seus primeiros esconderijos supostamente incluram mosteiros e cavernas nas montanhas em reas remotas do leste da Bsnia BBC; http://www .folha.uol.com.br ; http://www .estadao.com.br L AP A DE ANTNIO PEREIRA OU GRUT A D A L AP A MG F o t o : R o s e L a n e G u i m a r e s L uiz T ravassos L uiz T ravassos Filie-se SBE S o c i e d a d e B r a s i l e i r a d e E s p e l e o l o g i a C l i q u e a q u i p a r a s a b e r c o m o s e t o r n a r s c i o d a S B E T e l ( 1 9 ) 3 2 9 6 5 4 2 1 Filiada R Unio Inter nacional de Espeleologia F E A L C F e d e r a o E s p e l e o l g i c a d a A m r i c a L a t i n a e C a r i b e VENHA P ARA O MUNDO D A S CA VERNA S VENHA P ARA O MUNDO D A S CA VERNA S