Citation
SBE Notícias

Material Information

Title:
SBE Notícias
Series Title:
SBE Notícias
Alternate Title:
SBE Notícias: Boletím Eletrônico da Sociedade Brasileira de Espeleologia
Publisher:
Sociedade Brasileira de Espeleologia
Publication Date:
Language:
Portuguese

Subjects

Genre:
serial ( sobekcm )

Notes

General Note:
Patrimônio em perigo - Simpósio: paleontologia de vertebrados - Chinês corre atrás de um sonho por 16 anos - 11ª Conferência de Espeleosocorro - Arqueóloga Niède Guidon diz que deixará o Brasil - Catálogo das cavidades vulcânicas dos Açores é apresentado no México - Ibama faz radiografia do Rio São Francisco - Filme de terror usa caverna como cenário - Fiocruz procura pesquisadores - Prêmio Ford Motor Company de conservação ambiental.
Restriction:
Open Access - Permission by Publisher
Original Version:
Vol. 1, no. 20 (2006)
General Note:
See Extended description for more information.

Record Information

Source Institution:
University of South Florida Library
Holding Location:
University of South Florida
Rights Management:
All applicable rights reserved by the source institution and holding location.
Resource Identifier:
K26-03394 ( USFLDC DOI )
k26.3394 ( USFLDC Handle )
8648 ( karstportal - original NodeID )
1809-3213 ( ISSN )

USFLDC Membership

Aggregations:
Karst Information Portal

Postcard Information

Format:
Serial

Downloads

This item has the following downloads:


Full Text
Description
Patrimnio em perigo -
Simpsio: paleontologia de vertebrados Chins corre atrs de
um sonho por 16 anos 11 Conferncia de Espeleosocorro -
Arqueloga Nide Guidon diz que deixar o Brasil Catlogo das
cavidades vulcnicas dos Aores apresentado no Mxico Ibama
faz radiografia do Rio So Francisco Filme de terror usa
caverna como cenrio Fiocruz procura pesquisadores Prmio
Ford Motor Company de conservao ambiental.



PAGE 1

SBE SBE N o c a s t i N o c a s t i N o c a s t i N o c a s t i Boletim Eletrnico da Sociedade Br asileir a de Espeleologia A n o 1 N 2 0 1 3 / 0 7 / 2 0 0 6 ISSN 1809-3213 S B E N o t c i a s sbe 1 Um passeio pelo P ar que Nacional do Catimbau (PE), pode ser uma experincia nica para os sentidos. A trilha da P edra da Concha, no entanto, conduz a um desastr e ar queolgico: inscries que r emontam a pelo menos 5 mil anos esto cobertas de fuligem, causada pela queima de um ninho de marimbondos. A dificuldade em descobrir o r esponsvel grande, j que o painel est prximo estrada, e a prtica da caa disseminada entr e os morador es da r egio. Queimadas, desmatamentos, e r oubos de pedaos dos painis tambm so r ecorr entes no local. O par que foi criado em 2002, entr e o Agr este e o Serto pernambucano e conta com conta com importantes cavernas em ar enito, r egistr os de pinturas rupestr es e artefatos da ocupao pr-histrica, sendo o segundo maior par que ar queolgico do Brasil, atr apenas da Serra da Capivara (PI), F onte: Instituto Socioambiental 06/07/2006 PATRIMNIO EM PERIGO A Universidade F ederal de Santa Maria (RS), atravs do seu grupo de paleontologia r eunir, de 2 a 4 de agosto de 2006, a comunidade de pesquisador es, alunos, paleoartistas e aficcionados da P aleontologia, para o V Simpsio Brasileir o de P aleontologia de V ertebrados. O evento contar com algumas apr esentaes de trabalhos sobr e fsseis em cavernas, incluindo mor cegos. Mais informaes:www .ufsm.br/vsbpv SIMP"SIO: PALEONTOLOGIA DE VERTEBRADOS CHINS CORRE ATRS DE UM SONHO POR 16 ANOS O chins Ma Qingr ong, 62, levou 16 anos escavando uma montanha guiado pelo sonho da existncia de um tesour o nas entranhas da pr ovncia de Y unnan (Sudoeste da China), informou o jornal “China Daily”. “No sonho havia uma menina vestida de pr eto que me guiava a um misterioso palcio de pedra, onde achava importantes inscries e um cofr e com um pr ecioso tesour o”, explicou Qingr ong. Na manh seguinte a r evelao,15/11/1990, ele er gueu uma cabana junto a Maanshan e comeou a escavar com martelo, evitando o uso de explosivos que “poderiam destruir os 11 CONFERNCIA DE ESPELEOSOCORRO De 15 a 18 de maio de 2007, ser r ealizado a 11 Conferncia Internacional da Comisso de Espeleosocorr o da Unio Internacional de Espeleologia em AggtelkJsvaf, Hungria P ara participar solicite sua ficha de pr-inscrio e-mai pelo l : mnyer ges@mail.bme.hu Parque Nacional do Catimbau Repter Eco/Tv Cultura tesour os ocultos”. A escavao, de 2m de altura e 1m de lar gura, inter ceptou uma galeria de cavernas subterrneas, onde Qingr ong descobriu a existncia de inscries em caracter es chineses e escadarias de pedra. Com jornadas de at 10 horas de “espeleologia”, o sonho de Qingr ong vir ou r ealidade. Ele achou um impr essionante salo de estalactites. “ A princpio, minha famlia no me compr eendia, e alguns habitantes da aldeia pensavam que eu estava louco, mas quando achei o salo de estalactites, todos ficaram comovidos ”, r ecor dou. F onte: Jornal El Economista 30/06/2006 ARQUE"LOGA NIDE GUIDON DIZ QUE DEIXAR O BRASIL A ar queloga Nide Guidon, uma das maior es autoridades do pas em prhistria sul-americana, diz que vai deixar o Brasil por ter per dido a esperana de salvar o P ar que Nacional da Serra da Capivara da deteriorao. A cientista de origem francesa, radicada no P iau desde 1991, pr eside a F undham (F undao Museu do Homem Americano), co administradora do par que. Segundo Guidon, a fundao conseguiu arr ecadar dinheir o suficiente para a criar a infra-estrutura do par que, mas no tem como bancar sua manuteno, que r equer 300 funcionrios. "F az mais de um ano que o Ibama no nos r epassa nem um tosto", diz a ar queloga. "A ministra do Meio Ambiente [Marina Silva] diz que nenhum par que [federal] tem oramento fix o, e portanto aqui tambm no pr ecisaria ter .” O dir etor de ecossistemas do Ibama, V almir Ortega, diz que mantm pouco mais de uma dezena de funcionrios necessrios para vigilncia do par que, mas r econhece que a manuteno da infra-estrutura necessita mais mo -deobra. "Estamos com atraso no r epasse de r ecursos para nossa par ceria com a F undham, mas devemos r esolver isso em algumas semanas", diz. Guidon pr etende voltar para P aris s no final do ano, por que ainda est compr ometida com um pr ograma de pesquisa do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientfico e T ecnolgico) e pr esidir um simpsio sobr e povoamento da Amrica em dezembr o, no P iau. A pr esidncia da fundao deve ficar com a francesa Anne-Marie P essis. "Ela disse que vai continuar lutando, mas eu cansei e per di a esperana", diz Guidon. Apesar de se afastar da F undham, a cientista francesa diz que pr etende continuar com suas atividades de pesquisa no par que, mas para isso no pr eciso r esidir l. F onte: F olha Onlin 08/07/2006

PAGE 2

SBE Notcias Notcias 2 O Instituto Brasileir o do Meio Ambiente e dos R ecursos Naturais R enovveis (Ibama) pr epara uma lista de espcies e r eas na Bacia do Rio So F rancisco que mer ecem prioridade nas aes de conser vao. O levantamento deve ficar pr onto no final do ano e faz parte da poltica governamental de r evitalizao da bacia. Dados pr eliminar es j apontam 249 variedades de bichos e 83 de plantas como prioritrias. O estudo foi r ealizado pelo Ibama a partir de listas j existentes e com a ajuda de pesquisador es. Boa parte da fauna e flora endmica e sensvel a alteraes ambientais. F oram listadas espcies de todos os grupos de fauna entr e elas, a arara-azul e o pato -mer gulho. Dentr e os peixes, a tainha e o xaru. Entr e as plantas, muitos tipos de cactos e de br omlias. Os estudos buscam identificar r eas-chave para a sade ambiental e a diversidade biolgica da r egio. Nas unidades de paisagem a pr oteger o coor denador de Zoneamento e Monitoramento Ambiental do Ibama Jailton Dias, destaca as dunas, locais de ocorrncia de calcrio, cavernas e r egies montanhosas. Ao levantamento do Ibama, sero agr egados estudos de outr os r gos gover namentais, como o Instituto Brasileir o de Geografia e Estatstica (IBGE), a Empr esa Brasileira de P esquisa Agr opecuria (Embrapa) e o Ser vio Geolgico do Brasil. Rio da integrao nacional, o So F rancisco, descoberto em 1502, tem esse ttulo por ser o caminho de ligao do Sudeste e do Centr o Oeste com o Nor deste. Desde as suas nascentes, na Serra da Canastra, em M.G, at sua foz, na divisa de Ser gipe e Alagoas, F onte: GazetaW eb 26/06/2006 O Rio So Francisco percorre 2,7 mil km Ricardo Castilhos/ProjetoMegapet IBAMA FAZ RADIOGRAFIA DO RIO SO FRANCISCO O “Catlogo das Cavidades V ulcnicas dos Aor es – Grutas Lvicas, Algar es e Grutas de Er oso Marinha” foi apr esentado comunidade cientfica no ultimo fim de semana durante o r ealizado entr e 2 e 8 Julho em T epotzotln, Mxico. T rata-se do prlanamento de uma obra que compila, ao longo de cer ca de 300 pginas, todas as cavidades vulcnicas do ar quiplago. Editado pela Secr etaria R egional do Ambiente e do Mar o livr o dever ser lanado oficialmente em incios de outubr o do corr ente ano. Ao todo, so listadas 250 grutas e algar es dos Aor es Segundo os autor es, esta obra “pr etende ser um mar co no conhecimento do patrimnio vulcanoespeleolgico dos Aor es”, “XII International Symposium on V ulcanospeleology” sustentou P aulo Bor ges, docente do Departamento de Cincias Agrrias da Universidade dos Aor es. P ara 100 das cavidades so apr esentadas topografias detalhadas. F inalmente apr esentam-se fotografias de algumas das cavidades. A infor mao disponi-bilizada em forma de fichas, nas quais constam alm do nome e dos sinnimos co nhecidos, a sua posio, comprimento e pr ofundidade, descrio geral, caractersticas geolgicas principais, inter esse biolgico, alm das principais r eferncias, mapa com a posio da caverna nas corr espondentes ilhas. O catlogo tambm compr eende uma extensa lista da fauna e flora conhecidas em cada uma das cavidades F onte: Jornal A Unio 04/06/2006 CATLOGO DAS CAVIDADES VULCNICAS DOS AORES APRESENTADO NO MXICO FILME DE TERROR USA CAVERNA COMO CENRIO Ser lanado no Brasil, no dia 28/07 o longa-metragem de horr or Abismo do Medo (The Descent), F ilme independente comandado por Neil Marshall e apr esentado no ltimo F estival de Sundance, Estados Unidos. A histria centrada em um grupo de amigas que decidem explorar uma caverna cuja sada dar em uma inexplorada nascente de um riacho. O que elas descobr em no meio do caminho que a caverna abriga tambm um labirinto de inmer os tneis e este labirinto est infestado de ser es que certamente no so amistosos. F onte: A Ar ca 06/07/06 A F undao Oswaldo Cruz (F iocruz) abriu pr ocesso de seleo para pesquisador es visitantes. So 106 vagas para unidades e laboratrios em Belo Horizonte, Curitiba, R ecife, Rio de Janeir o e Salvador O pr ocesso, em par ceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientfico e T ecnolgico (CNPq) e com a F undao Carlos Chagas F ilho de Ampar o P esquisa do Estado do Rio de Janeir o (F aperj), ofer ece dez vagas para pesquisador pleno, com bolsa de R$ 4 mil, e 96 vagas para pesquisador jnior com bolsa de R$ 3,3 mil. A durao das bolsas de 24 meses, pr orr ogveis por um perodo mximo de 12 meses, com incio pr evisto para outubr o de 2006. As inscries estaro abertas at 18 de agosto. O candidato dever possuir ttulo de doutor no ter vnculo empr egatcio, dedicar -se integralmente s atividades pr ogramadas pela unidade de destino na F iocruz. Mais informaes: F onte: F apesp 07/07/2006 www .pv .fiocruz.br FIOCRUZ PROCURA PESQUISADORES Click no car taz para ver o trailher Patrimnio Vulcanoespeleolgico A Unio

PAGE 3

SBE Notcias Notcias 3 FOTO DO LEITOR V isite Campinas e conhea a Biblioteca Guy Christian Collet Sede da SBE. Apoio: VENHA PARA O MUNDO DAS CAVERNAS Filie-se SBE Clique aqui para saber como se tornar scio da SBE. T el: (19) 3296.5421 S o c i e d a d e B r a s i l e i r a d e E s p e l e o l o g i a Filiada : SBE-Sociedade Brasileira de Espeleologia T el (19) 3296-5421. Contato: Comisso Editor ial: Marcelo Rasteiro e Ana P aula F aez. T odas as edies esto disponv eis em A reproduo deste permitida, desde que citada a fonte. sbe@sbe .com.br www .sbe .com.br EXPEDIENTE SBE Notcias uma pub licao eletrnica da Notcias Antes de imprimir pense na sua responsabilidade com o meio ambiente AGENDA SBE 22 a 30/07/2006: 3 Expedio SBE-T O, Regio de Dianpolis, T O. 29 Congresso Br asileiro de Espeleologia 07 a 10 de junho de 2007 Parque Metalrgico Centro de Artes e Convenes da UFOP Ouro Preto, MG 04 a 10/09/2006: 3 Expedio Espeleolgica do Amap 19/08/2006 P alestr a: A Importncia Econmica, Ecolgica e Biotecnolgica dos Fungos. www .sbe.com.br/campo.asp www .sbe.com.br/29cbe.asp www .sbe.com.br/noticias.asp Au t or : Lo Giunco SBE N 0509 (membr o do Grupo T rupe V ertical SBE N G083) Data: 2003Complex o So Matheus Gois. Esse complex o tem mais de 15Km de condutos e fica no A riqueza natural da r egio composta por um complex o sistema de cavernas bastante ornamentadas, nascentes e encostas de rios, alm da diversidade de fauna e flora. A foto j foi publicada com uma matria do Lo Giunco no InformAtivo SBE N 85. Mande foto com nome, data e local para P ar que Estadual de T erra R onca (PET eR). : sbe@sbe.com.br sua (ltimas aquisies) As edies i m p r e s s a s esto disponveis para consulta na Biblioteca da SBE Os arquivos eletrnicos podem ser solicitados via e-mail. B I B L I O T E C A S B E R evista Mitteilungen N 02, da V erband Deutscher Hohlen-Karstforscher (Abril/2006) The Journal of The Sydney Speleological Society N06, da Sydney Speleological Society (Junho/2006) R evista Spelunca N 102, da Fdration Franaise de Splologie. (Junho/2006) A 11 edio do P rmio F or d Motor Company de Conser vao Ambiental est com as incries abertas at o dia primeir o de setembr o de 2006. O prmio composto por cinco categorias: Conquista Individual, Negcios em Conser vao, Cincia e F ormao de R ecursos Humanos, Iniciativa do Ano em Conser vao e Educao Ambiental. Cada um dos vencedor es r ecebe R$ 20.000,00 e um tr ofu. O R egulamento completo, bem como F icha de Inscrio se encontram no ender eo: http://www .conser vation.or g.br/ar quivo s/r egulamento11edicao.pdf Prmio Ford Motor Company de Conservao Ambiental Lo Giunco