Citation
SBE Notícias

Material Information

Title:
SBE Notícias
Series Title:
SBE Notícias
Alternate Title:
SBE Notícias: Boletím Eletrônico da Sociedade Brasileira de Espeleologia
Publisher:
Sociedade Brasileira de Espeleologia
Publication Date:
Language:
Portuguese

Subjects

Genre:
serial ( sobekcm )

Notes

General Note:
PROCAD: Sub-comissões e Objetivos -- Palestra Gratuita: Educação Ambiental -- IBAMA cria canal de denúncias -- Israelense cria aparelho para tirar ar da água -- Espeleólogos desaparecem após avalanche na Abkhazia -- Cadastro Técnico.
Restriction:
Open Access - Permission by Publisher
Original Version:
Vol. 1, no. 5 (2006)
General Note:
See Extended description for more information.

Record Information

Source Institution:
University of South Florida Library
Holding Location:
University of South Florida
Rights Management:
All applicable rights reserved by the source institution and holding location.
Resource Identifier:
K26-03413 ( USFLDC DOI )
k26.3413 ( USFLDC Handle )
8667 ( karstportal - original NodeID )
1809-3213 ( ISSN )

USFLDC Membership

Aggregations:
Karst Information Portal

Postcard Information

Format:
Serial

Downloads

This item has the following downloads:


Full Text
Description
PROCAD: Sub-comisses
e Objetivos --
Palestra Gratuita: Educao Ambiental --
IBAMA cria canal de denncias --
Israelense cria aparelho para tirar ar da gua --
Espelelogos desaparecem aps avalanche na Abkhazia --
Cadastro Tcnico.



PAGE 1

SBE SBE N o c a s t i N o c a s t i N o c a s t i N o c a s t i Boletim Eletrnico da Sociedade Br asileir a de Espeleologia Ano 1 N 5 13/02/2006 SBE Notcias Notcias 1 sbe Durante o XV EPELEO foram definidas as dir etrizes e o planejamento para a 3 fase do P r ojeto Caverna do Diabo (PROCAD). As pessoas r eunidas no evento sugeriram que o pr ojeto dur e, no mnimo, cinco anos e que seja apr esentado para o Conselho Tcnico Cientfico (COTEC) do Instituto Flor estal. O PROCAD ter uma comisso coor denadora, que ser composta por r epr esentantes das sub-comisses. A Coor denao Geral ficou a car go de L uiz Afonso V az de F igueir edo, do Gesmar Fbio Geribello, da UPE, coor dena a sub-comisso de Mapeamento e T opografia. O principal objetivo do grupo fazer a r eviso do mapa da Caverna do Diabo. SUB-COMISS'ES DO PROCAD J TM COORDENADORES E DEFINEM PRINCIPAIS OBJETIVOS A sub-comisso de P r ospeco ser coor denada por R ogrio Dell'Antonio, do EGRIC, e Ricar do Cortez, da ECA. Entr e os objetivos da equipe esto a pr ospeco geral da Serra do Andr L opez e fazer tr einamentos em explorao e or ganizao de equipes e expedies espeleolgicas. Educao Ambiental, Gesto e Espeleoturismo fica sob a coor denao de F igueir edo, do GESMAR/ F SA e tem como objetivo fazer um inter cmbio entr e a populao local, monitor es e funcionrios do par que para elaborao de um pr ograma de formao continuada na r ea ambiental. Alm disso, identificar r oteir os e atrativos ecotursticos alternativos. Rubens Har dt, do EGRIC/ UNESP ficar a car go da sub-comisso de Difuso e P r oduo Cientfica na r egio do PEJ. A sub-comisso identificar os pesqui-sador es que atuaram na r egio e trabalhar para atrair novos pesquisador es para o par que. As expedies sero pr ogramadas de acor do com as necessidades de cada sub-comisso. P ara dar incio s discusses, a SBE criou um e-mail de grupo para o PRO CAD. Quem tiver inter esse em participar das atividades do P r ojeto e quiser se inscr ever no e-mail de grupo, deve mandar uma mensagem para pr ocad@sbe.com.br informando seu nmer o de scio SBE ou, no caso de no scios, seus dados pessoais (nome, ender eo, telefone e r esumo das aptides espeleolgicas). A SBE convida os inter essados para o 9 SBE de P ortas Abertas, desta vez com a palestra Educao Ambiental, Conflitos Sociais e Unidades de Conser vao do Alto Ribeira O palestrante L uiz Afonso V az de F igueir edo (SBE-161), doutorando em geografia fsica e coor denador da sesso de Educao Ambiental e Histria da SBE. A palestra ser no dia 19 de maro, s 10h, na sede da SBE, no P ar que P ortugal, em Campinas. A entrada franca. PALESTRA GRATUITA ISSN 1809-3213

PAGE 2

SBE Notcias Notcias 2 Ciente da importncia de disciplinar os ser vios de r ecebimento, cadastr o, contr ole, encaminhamento, acompanhamento e r espostas das demandas da sociedade submetidas Coor denao de Ouvidoria da A uditoria do IBAMA (COUVI), o Instituto criou a Linha V er de. Atravs desse meio, o IBAMA visa atender melhor as dir etrizes traadas pela Ouvidoria Geral da Unio/ Contr oladoria Geral da Unio e para adotar as medidas que visem corrigir e pr evenir as falhas e omisses na pr estao do ser vio pblico e pr opor apurao de irr egularidades. A COUVI faz o r egistr o e contr ole de todas as denncias, r eclamaes, IBAMA CRIA CANAL DE DENNCIAS sugestes e os elogios feitos pelos cidados via Internet, pessoalmente ou pelo telefone 0800-618080. A Linha V er de atende das 8h s 18h, de segunda sexta-feira. P ara cada denncia, ser feita uma corrncia. O nmer o ser gerado pelo Sistema Linha V er de de Ouvidoria e atravs dele, o denunciante poder acompanhar a tramitao e r esultado do pr ocesso. As informaes so sigilosas e o denunciante no ser identificado. O site da Linha V er de F onte: IBAMA 24/01/2006 www .ibama.gov .br/linhaver de/home.htm. Alon Bodner inventor israelense, desenvolveu um sistema para r espirao que r etira o o xignio dir etamente da gua do mar O apar elho chamado “Lik eAF ish” e possui um sistema de brnquias artificiais, movido a bateria, que extrai pequenas quantidades de ar dissolvido na gua. O apar elho utiliza uma centrfuga de alta velocidade para r eduzir a pr esso da gua do mar em uma pequena cmara fechada o que permite que o ar dissolvido volte ao estado gasoso de maneira par ecida que o dixido de carbono. F onte: BBC Brasil 03/02/2006 ISRAELENSE CRIA APARELHO PARA TIRAR OXIGNIO DA GUA ESPELE"LOGOS DESAPARECEM AP"S AVALANCHE Alexander Klimchouk, vicepr esidente da UIS, nos informa sobr e uma tragdia em Geor gia (s mar gens do Mar Negr o), em que espelelogos ficaram desapar ecidos e um foi encontrado morto. At o ltimo dia 10, as buscas ainda no haviam comeado devido ao mau tempo da r egio. As fortes tempostades de neve tornam as buscas inviveis e extr emamente perigosas. Mensagem Original:Queridos amigos espelelogos,Com grande dor e tristeza, tenho que informar comunidade espeleolgica internacional sobr e um trgico acidente com espelelogos ucranianos em Abkhazia. H muita informao confusa e equivocada nos jornais de todo o mundo, mas os espelelogos necessrio d-las corr etamente. Desde meados de janeir o, o Clube Espeleolgico de Khark ov r ealizava uma expedio ao Macio Bzybsk y que est junto ao Massivo Arabika, para continuar uma explorao de muitos anos da Caverna Bozhk o. Alm dos membr os do Clube, espellogos de Kiev Sevastopol e Nova K akhovka (Ucrnia) e Samara (Rssia) participavam da expedio, todos membr os da Ukr .S.S. A explorao da caverna se r ealizou facilmente e terminou com xito. Nos ltimos dias, o grupo de 9 membr os da expedio estava descendo a p das montanhas. O tempo estava muito ruim, com nevascas cada vez mais fortes. O grupo chegou a uma zona arborizada e permaneceu al durante uma noite, a uma altitude de uns 700m. L ogo pela manh (5h), uma forte avalanche alcanou o acampamento temporrio. Cinco pessoas sobr eviveram ao acidente (com ferimentos em vrios graus) mas quatr o espelelogos desapar eceram. Como r esultado de uma pequena busca r ealizada pelo grupo de membr os sobr eviventes depois do acidente, um espelelogo foi encontrado morto. No foi possvel transport-lo pela montanha, por isso, deixaram o corpo em um local demar cado. As outras trs vtimas no foram encontradas. Considerando que o grupo estava em ms condies fsicas, com um pssimo tempo e quase zer o chances de encontrar vivas as pessoas per didas, o r esto do grupo desceu a montanha e chegou a um povoado ontem pela manh (dia 05/02/2006). A neve contnua acabou com qualquer possibilidade de se r ealizar uma operao imediata de r esgate. A Associao Espeleolgica Ucraniana e a Unidade de R esgate Sochi (Rssia) esto or ga-nizando um trabalho de busca, mas a operao ter incio quando as condies climticas permitir em, pr esumidamente em uma semana, mais ou menos. F ortes nevascas durante os ltimos dias impediram a tomada de aes imediatas, e de qualquer maneira, quase no h esperanas de sobr eviventes. Os espelelogos per didos so: Danylo Nasedkin (Kiev), Maxim Gerasimenk o (Sevastolol'), Dmitr y Chernenk o (Hova K akhovka) e Igor Bedni-k ov(Samara). O choque e as per das so enormes para os familiar es, amigos, para a Ukr .S.A e para toda a comunidade espeleolgica. Alexander Klimchouk V ice-P r esidente da UIS Klim@espeleogenesis.info T raduzido por : Mariana Whitehead Apr o ximadamente 74% do territrio de Abkhazia montanhoso e a distncia r elativamente curta entr e o mar e as montanhas formam uma bela paisagem. Durante o perodo de Stalin, Abkhazia foi incorporada Geor gia. Em 30/09/1993, aps apr o ximadamente 2 anos de guerra, Abkhazia se libertou da Geor gia. P ara saber mais, visite www .abkhazia.or g. Abkhazia

PAGE 3

Antes de imprimir pense na sua responsabilidade com o meio ambiente SBE Notcias Notcias 3 AGENDA SBE B I B L I O T E C A S B E SBE-Sociedade Brasileira de Espeleologia T el (19) 3296-5421. Contato: Comisso Editor ial: Marcelo Rasteiro Mar iana Whitehead. T odas as edies esto disponv eis em A reproduo deste permitida, desde que citada a fonte. sbe@sbe .com.br www .sbe .com.br EXPEDIENTE SBE Notcias uma pub licao eletrnica da Notcias As edies impressas esto disponveis para consulta na Biblioteca da SBE e os arquivos eletrnicos podem ser solicitados atravs de sbe@sbe.com.br (ltimas aquisies) FOTO DO LEITOR A utor : Delci Ishida SBE 0842 Data: Agosto/2001 Ttulo: Gruta Animal R essur gncia Gruta dos Br ejes (BA01) -Ir ece/ Morr o do Chapu, BA P r ojeo Horizontal: 6.410m A Lapa dos Br ejes fica na r egio norte da Chapada da Diamantina, na Bahia.Mande sua foto com nome, data e local para sbe@sbe.com.br R evista Espeleo n17, do Grupo Espeleolgico de Vllacarrllo (Espanha).As principais matrias so: V iaje a la Gruta de las Maravillas y Rio T into Desobstruccin sin DetonacinCampamento Provincial en Sern (Almeria) Exploraciones 2005 CADASTRO TCNICO O Cadastr o Tcnico da SBE j est em vigor e os scios que ainda no se inscr everam, podem faz-lo. O quadr o de pesquisador es e pr estador es de ser vios tem o intuito de disponibilizar pr ofissionais qualificados para trabalhos na r ea de espeleologia. P ara fazer o cadastr o, basta acessar a r ea r estrita do site da SBE. VENHA PARA O MUNDO DAS CAVERNAS Filie-se SBE Clique aqui para saber como se tornar scio da SBE. T el: (19) 3296542 1 R evista Karstologia N4546, da Federao Francesa de Espeleologia e Associao Francesa de Carstologia Etude des palokarsts des envirde Saint-Remze -Les karsts latritiques de Nouvelle-Caldonie Boletim Eletrnico N 4 da Sociedade Argentina de Espeleologia Sociedade Brasileira de Espeleologia 9 SBE de P ortas Abertas P alestra: Educao Ambiental, Conflitos Sociais e Unidades de Conservao do Alto Ribeira 19 de maro de 2006 s 10h Sede da SBE P arque T aquaral, Campinas (SP) 29 Congresso Br asileiro de Espeleologia 07 a 10 de junho de 2007 Local: P arque Metalrgico Centro de Artes e Convenes da UFOP Ouro P reto, MG www .sbe.com.br/29cbe.asp Delci Ishida www .sbe.com.br/aberta.asp