Citation
SBE Notícias

Material Information

Title:
SBE Notícias
Series Title:
SBE Notícias
Alternate Title:
SBE Notícias: Boletím Eletrônico da Sociedade Brasileira de Espeleologia
Publisher:
Sociedade Brasileira de Espeleologia
Publication Date:
Language:
Portuguese

Subjects

Genre:
serial ( sobekcm )

Notes

General Note:
Expedição Jurassic Cave 2009: Torotoro, Bolívia - Napoli Underground Channel entrevista sócia da SBE - Safaria fotográfico na sede da SBE revela talentos - Rochas podem combater o efeito estufa - Aberta seleção para novo chefe do CECAV - Parecer do relator de minas e energia sobre o decreto 6.640/08 deve ser votado hoje - UPE elege nova diretoria - Ataque de abelhas na caverna das pinturas - Chamada de trabalhos para o I Congresso Internacional de Meio Ambiente Subterrâneo - Parque Nacional de São Raimundo Nonato sofre com ausência do poder público - Foto do Leitor: Lapa do Brejal (MG-39).
Restriction:
Open Access - Permission by Publisher
Original Version:
Vol. 4, no. 116 (2009)
General Note:
See Extended description for more information.

Record Information

Source Institution:
University of South Florida Library
Holding Location:
University of South Florida
Rights Management:
All applicable rights reserved by the source institution and holding location.
Resource Identifier:
K26-03497 ( USFLDC DOI )
k26.3497 ( USFLDC Handle )
8751 ( karstportal - original NodeID )
1809-3213 ( ISSN )

USFLDC Membership

Aggregations:
Karst Information Portal

Postcard Information

Format:
Serial

Downloads

This item has the following downloads:


Full Text
Description
Expedio Jurassic
Cave 2009: Torotoro, Bolvia Napoli Underground Channel
entrevista scia da SBE Safaria fotogrfico na sede da SBE
revela talentos Rochas podem combater o efeito estufa -
Aberta seleo para novo chefe do CECAV Parecer do relator de
minas e energia sobre o decreto 6.640/08 deve ser votado hoje -
UPE elege nova diretoria Ataque de abelhas na caverna das
pinturas Chamada de trabalhos para o I Congresso
Internacional de Meio Ambiente Subterrneo Parque Nacional de
So Raimundo Nonato sofre com ausncia do poder pblico Foto
do Leitor: Lapa do Brejal (MG-39).



PAGE 1

ISSN 1809-3213 R SBE SBE c s N o t i a c s N o t i a c s N o t i a c s N o t i a Boletm Eletrnico da Sociedade Br asileir a de Espeleologia 1 t s N o c ia t s N o c ia Ano 4 N 1 16 1 1/03/2009 EXPEDIO JURASSIC CAVE 2009: TOROTORO BOLVIA Por Soraya Ayub (SBE 0528) AKAKOR Geographical Exploring A AK AK OR Geographical Exploring (SBE G116) convida a todos para um grandioso evento, a expedio JUR ASSIC CA VE 2009 no ms de agosto deste ano, em T or otor o, na Bolvia. A expedio trinacional (Itlia, Brasil e Bolvia), pr ogramada para o perodo de 3 a 19 de agosto deste ano, ser dividida em vrias fr entes de trabalho: Espeleolgico (explorao e topografia), Ar queolgico, Antr opolgico, P aleontolgico e Manejo T urstico. Onze anos depois da r ealizao da Expedio Humajalanta'98 e da consolida-o de trabalho com vrias entidades governamentais e no governamentais da Bolvia com excelentes r esultados, decidimos voltar este ano a T or otor o para r ealizar uma srie de pesquisas sistemticas em r eas pr-definidas com enorme potencial, principalmente, espeleolgico. J contamos j com o apoio institucional da Alcadia (P r efeitura) de T or otor o, Ser vio Nacional de r eas P r otegidas da Bolvia (SERNAP), Ministrio da Cultura na Bol-via, Embaixada do Brasil na Bolvia, Embai-xada da Itlia na Bolvia, Sociedade Bolivia-na de Espeleologia (SOBESP), Sociedade Brasileira de Espeleologia (SBE), Socieda-de Espeleolgica Italiana (SSI) e Noti-cirio Espeleolgico On-line Italiano Scintilena, alm do apoio tcnico das empr esas T esto, Comvitea e Scubasul. Dado ao grande apoio, que permite pr ogramar uma tima logstica, podemos abrir um convite a toda a comunidade espelelogica brasileira e sulamericana para participar de mais esta expedio da AK AK OR P ortanto, junte-se a ns!!!! P articiparo da expedio espelelogos da Itlia, Brasil, Bolvia e Ar gentina, tambm convidados r epr esentantes de todos os pases membr os da F ederao Espeleolgica da Amrica Latina e Caribe (FEALC). Esta iniciativa entra no mbito de um pr ojeto de cooperao e inter cambio cientfico cultural que, alm da AK AK OR tambm esto envolvidas a SBE e a SSI, pondo em prtica o acor do entr e FEALC e F ederao Espeleolgica da Unio Eur opia (F SUE). As Embaixadas da Itlia e do Brasil na Bolvia, alm do apoio institucional e diplo-mtico, r ecebero os expedicionrios com um simptico cocktail de boas vindas. T ambm or ganizaro uma entr evista coletiva com a mdia local e internacional. Convidamos a todos para juntar em-se a ns e participar deste evento inesque-cvel que fortifica a espeleo-logia entr e estes pases irmos. P ara mais informaes escr eva para ou visite: akak or@tin.it www .ak ak or .com NAPOLI UNDERGROUND CHANNEL ENTREVISTA S"CIA DA SBE Por Fulvio Salvi Napoli Underground NUg Neste domingo, 15 de maro, s 17 horas, a Napoli Undegr ound Channel (NUg Channel), da Itlia, exibir uma entr evista ao vivo com Soraya A yub (SBE 0528), membr o da Seo de R elaes Internacionais da SBE (Seri/SBE) e dir etora tcnica de pr ojetos cientficos da AK AK OR Geographical Exploring (SBE G116). Durante a entr evista, Soraya vai apr esentar as mais r ecentes exploraes da AK AK OR e os pr ojetos em andamento, como a expedio Jurassic cave e Kon Tiki, alm de um acor do histrico para a co operao internacional entr e a SBE e a Sociedade Italiana de Espeleologia (SSI) possibi-litando, entr e outras aes, a divulgao inter continental de vdeos das duas federaes atravs da NUg Channel. Dentr o em br eve a NUg Channel tambm exibir novos vdeos sobr e as exploraes da AK AK OR em curso, nos tneis da pirmide de Akapana, na Bolvia, e muito mais. Como de costume, no final da entr evista, ser aberto o debate atravs do chat e Soraya ir r esponder dir etamente as per guntas do pblico. Assistam a NUg Channel em: www .napoliunder gr ound.or g/ it/nug-channel.htmle Vista area dos canions de T orotor o Bolvia T rabalho Geolgico estrutural na Caverna de Humajalanta em 1998 A K A K O R A K A K O R 3 0 C O N G R E S S O B R A S I L E I R O D E E S P E L E O L O G I A M o n t e s C l a r o s M G J u lh o d e 2 0 0 9 w w w.s b e c o m b r / 3 0 c b e a s p

PAGE 2

2 t s N o c ia t s N o c ia Por Delci Ishida (SBE 0842) T rupe V ertical (SBE G083) Conforme divulgado no a SBE r ealizou mais uma oficina sobr e fotografia na natur eza, alm de um safari fotogrfico pelo P ar que T aquaral sob a orientao do fotgrafo e espelelogo R en de Souza (SBE 0526). A oficina atraiu inter essados vidos pela arte da fotografia e R en passou, de forma didtica e empolgante a teoria e as tc-nicas envolvidas no assunto, sempr e r espondendo as mais variadas per guntas. O safari fotogrfico pelo par que r evelou o talento dos participantes na captura de pequenos ou grandes detalhes, aquele olhar mgico, a escolha do ngulo perfeito, um golpe de vista ou at de sorte. Mais do que a simples captura de imagens, o importante o olhar e a tcnica do fotgrafo, seja com uma moderna mquina digital ou com uma tradicional cmera de filme fotogrfico. SBE Notcias n 113 ROCHAS PODEM COMBATER O EFEITO ESTUFA SAFARI FOTOGRFICO NA SEDE DA SBE REVELA TALENTOS Algumas r ochas podem no futur o ser usadas para absor ver emisses de dixido de carbono de modo a r eduzir o ritmo do efeito estufa, o que afirma Sam Kr evor coor denador de um novo estudo do Instituto da T erra, da Universidade Columbia, e do Ser vio de P esquisa Geolgica dos EU A, que mapeou tais r ochas nos Estados Unidos. Os cientistas h muito sabem que as r ochas absor vem naturalmente o dixido de carbono, agr egando o a minerais para formar slidos como o carbonato de clcio, uma substncia comumente achada em r ochas, que tambm a principal matriaprima de conchas e cascas de ovos. Quando suas superfcies so dissolvidas pelo efeito do clima e dos ciclos naturais, as r ochas absor vem o dixido de carbono da atmosfera conforme este se r ecristaliza. Em laboratrio, os cientistas aceleraram esse pr ocesso moendo r ochas e acr escentando um catalisador como o citrato de sdio para dissolv-las. As r ochas voltam a se formar em minutos, absor vendo CO2. Mas esse pr ocesso ocorr e numa escala pequena demais e exige muita ener gia e outr os insumos para dar cabo de vastos volumes do gs CO2, considerado o princi-pal vilo do aquecimento global. P orisso os cientistas esto pr ocurando afloramentos naturais de r ochas que possam ser estimulados a absor ver o CO2 mais rapidamente do que ocorr e de forma natural. Uma forma seria perfurar a r ocha e injePor Marcelo Rasteiro (SBE 1089) O deputado Jos Otvio Germano (PP/RS) apoiando o Decr eto e a legalizao da destruio de cavernas deve ser votado hoje (11/03) na Comisso de Minas e Ener gia da Cmara dos Deputados. Conforme divulgado no SBE Notcias o r elator usando dos mais diversos ar gumentos pede a r ejeio do P r ojeto de Decr eto L egislativo do deputado Antonio Carlos Mendes Thame (PSDB/SP), que pede a suspeno do decr eto 6.640/2008. A SBE tomou conhecimento da votao dia 09 de maro e encaminhou uma mensagem aos seus scios do Distrito F ederal pedindo que compar eam r eunio. Como a r eunio estava agendada para a mesma semana e sabendo que nem sempr e os espelelogos dispe de tempo para acom-panhar pessoalmente o pr ocesso, tambm enviamos um pedindo que no apr ovem o texto do r elator Estamos de olho! par ecer do r elator 6.640/2008 n110 1.138/2008 ofcio aos deputados da comisso PARECER DO RELATOR DE MINAS E ENERGIA SOBRE O DECRETO 6.640/08 DEVE SER VOTADO HOJE tar gua quente e CO2 pr essurizado. pr eciso r ealizar mais estudos sobr e a viabilidade disso. Mas, se funcionar poderia r eduzir a necessidade do emer gente setor do sequestr o de carbono, que visa capturar o CO2 de lugar es como fbricas e usinas termoeltricas para injet-lo em grandes depsitos subterrneos, evitando que chegue atmosfera. A r eduo das emisses de CO2 o principal instrumento disponvel para a miti-gao da mudana climtica, que segundo cientistas pr ovocada principalmente por atividades humanas, como a queima de combustveis fsseis. De acor do com h cer ca de 15,5 mil quilmetr os quadrados de r ochas ricas nos minerais olivina e serpentina, que poderiam ser usadas para a absor-o de carbono, na superfcie ou logo abai-x o da superfcie, nos Estados de Califrnia, Or egon e W ashington (todos na Costa Oeste), e ao longo dos montes Apalaches, no leste da Amrica do Norte, entr e o Alabama e Newfoundland (Canad). R ochas semelhantes so abundantes tambm em Om, em P apua-Nova Guin, na Nova Caledonia e na costa do Adritico. Kr evor disse que as r ochas dos EU A poderiam absor ver at 500 anos de emisses de CO2 dos EU A, segundo maior poluidor do mundo, atrs da China. Fonte: Reuters Brasil 06/03/2009. o estudo r ecm publicado pela U.S. Geological Sur vey ABERTA SELEO PARA NOVO CHEFE DO CEVAV O Instituto Chico Mendes de Conser vao da Biodiversidade (ICMBio) acaba de abrir um concurso pblico para seleo de candidatos ao car go de Chefe do Centr o Nacional de Estudos, P r oteo e Manejo de Cavernas (CECA V). O candidato deve ser brasileir o, possuir experincia na coor denao de pr ojetos de pesquisa e conser vao, alm de no ser condenado em pr ocessos criminais. As inscries devem ser feitas atravs do envio de documentao e currculo at o dia 30 de maro de 2009. Os candidatos que pr eencher em os r equisitos para seleo sero convocados para entr evista com um Comit de Busca que vai elaborar uma lista de nomes eleg-veis ao car go e o P r esidente do ICMBio vai selecionar um dos candidatos desta lista. Leia o Edital de Seleo publicado no D.O .U de 06 de maro de 2009 Clique aqui para apreciar algumas fotos feit as durante o safari fotogrf ico da SBE A l e x a n d r e L e i t e

PAGE 3

3 t s N o c ia t s N o c ia Por Ricardo Martinelli (SBE 1308) Secretrio da UPE No dia 04 de maro, foi eleita nova dir etoria da Unio P aulista de Espeleologia UPE (SBE G079). Os eleitos para o binio 2009-2010 foram: P r esidente: F abio Geribello (Coringa); V ice P r esidente : Elvira Maria A. Branco; Secr etrio: Ricar do Martinelli; T esour eir o: Maur o Zackiewicz; e Almo xarife: Eduar do P ortella. Em 2009 a UPE completa 15 anos de fundao e com mais uma eleio r eafirma seus ideais democrticos e de pr eser vao do patrimnio espeleolgico brasileir o. P ara tanto a dir etoria eleita compr omete-se a levar adiante as convices de seus sci-os, trabalhando para que toda a estrutura do grupo melhor e, tornando a gesto mais parti-cipativa e diminuindo a dis-tncia entr e a UPE, as instituies co -irms e os r gos governamentais. V isita a pgina da UPE na internet: www .upecave.com.br ATAQUE DE ABELHAS NA CAVERNA DAS PINTURA S UPE ELEGE NOVA DIRETORIA Por Guillermo Gassos CEMAC-V eracruz No dia 7 de janeir o de 2009 morr eu o guia de um grupo que visitava a Caverna das P inturas, perto do povoado de Bandera de Juar ez, municpio de P aso de Ovejas, no estado mexicano de V eracruz. Um enxame de abelhas africanas atacou o grupo de visitantes, deixando grave-mente ferida a estagiria de medicina, Dra. L uz Maria Rivelo e matando o guia local P ablo Lara L opez de 72 anos. Como o enxame de abelhas continua no local, os espelelogos do Clube de Exploraes do Mxico eracruz de V (CEMA C V eracruz) com o apoio do especialista em fumigao Eng. Eduar do L opez Upton, vo pr omover a r emoo do enxame para a segurana da comunidade local. A caverna das P inturas uma espcie de abrigo, um r efgio em que os antigos habitantes gravavam arte rupestr e, esta manifestao est sendo investigada por especialistas do Instituto Naci-onal de Antr opologia e Historia. Infelizmente no a primeira vez que este tipo de acidente ocorr e no estado de V eracruz. Em 2007 um grupo de espele-logos veracruza nos foi atacado com mais de 300 picadas cada um em uma caverna na r egio central do estado, por sorte, apensar das picadas todos sairam bem da caver-na, j que os grupos de auxlio no possu-am tcnica adequada para salv-los daque-le lugar P orisso e muito mais pr eciso pr ecaues para seguir com as exploraes de espeleologia nos pases latino americanos! Escolhido pela comunidade cientfica mundial para sediar este ano, o Congr esso Internacional de Arte Rupestr e, o P ar que Nacional da Serra da Capivara, no P iau, sofr e com a omisso do poder pblico, um aer oporto inacabado, r odovias nas quais s se consegue trafegar com veculos "off-r oad", pouca capacidade hoteleira para r eceber os visitantes internacionais, alm dos pr oblemas j "costumeir os" r elacionados caa pr edatria dentr o da r ea pr otegida, assentamentos e queimadas que tm com-pr ometido uma histria de milhar es de anos de cupao humana na r egio. L eia a matrica completa Clicando na fonte. Fonte: UOL V iagem 05/03/2009 PARQUE NACIONAL DE SO RAIMUNDO NONATO SOFRE COM AUSNCIA DO PODER PBLICO Diretoria da UPE para o binio 2009-20 1 0 G a b r i e l a S l a v e c Caverna das Pinturas Paso de Ovejas, V eracruz, Mxico R o b e r t o C a l d e r o n FUMDHAM fazem a manuteno das inscries L u i z C i t t o n / U O L CHAMADA DE TRABALHOS PARA O I CONGRESSO INTERNACIONAL DE MEIO AMBIENTE SUBTERRNEO Esto abertas as inscries de trabalhos para o I Congr esso Internacional de Meio Ambiente Subterrneo, evento r ealizado pela Associao Brasileira de guas Subterrneas (ABAS) de 15 a 18 de setem-br o de 2009 em So P aulo SP Os trabalhos completos, com at 20 pginas, devero ser enviados at dia 15 de abril de 2009, seguindo as r egras disponveis na pgina do evento: www .abas.or g/cimas

PAGE 4

4 sbe@sbe.com.br : www .sbe.com.br SBE Notcias Comisso Editorial uma publicao eletrnica da SBE-Sociedade Brasileira de Espeleologia T elefone/fax. (19) 3296-5421 Contato: Marcelo A. R asteiro e Delci K.Ishida T odas as edies esto disponveis em A reproduo deste permitida, desde que citada a fonte. Antes de imprimir pense na suaresponsabilidadecom o meioambiente Apoio: Visite Campinas e conhea a Biblioteca Guy-Christian Collet Sede da SBE. Filie-se SBE S o c i e d a d e B r a s i l e i r a d e E s p e l e o l o g i a C l i q u e a q u i p a r a s a b e r c o m o s e t o r n a r s c i o d a S B E T e l ( 1 9 ) 3 2 9 6 5 4 2 1 Filiada t s N o c ia t s N o c ia R Unio Internacional de Espeleologia FEALC-Federao Espeleolgica da Amrica Latina e Caribe 25/04/2009 Mini-curso: T opografia de Cavernas Bsico Sede da SBE Campinas-SP www .sbe.com.br/aber ta.asp C A M P I N A S P R I M E I R O O S Q U E M A I S P R E C I S A M P R E F E I T U R A M U N I C I P A L D E VENHA P ARA O MUNDO D A S CA VERNA S VENHA P ARA O MUNDO D A S CA VERNA S F oca Data: 12/2001 Autor: Nelcio F aria de Sales Lapa do Brejal (MG -39) P roj. Horizontal: 1.420 m. Desnvel: 72 m.Januria/Itacarambi-MGV ale do P erua Na foto uma estalagmite em formato de foca. A ima-gem foi registrada durante uma expedio fotogrfica em 2001. Saiba mais sobre as cavernas do V ale do Rio P erua em Comisso Brasileira de Stios Geolgicos e P aleobiolgicos SIGEP : www .unb.br/ig/sigep/ sitio017/sitio017.pdf Man de sua f oto com n ome data e local par a: sbe@sbe .com.br N ovas Aquisies Boletim NSS News N2, National Speleological Society : F ev/2009. Boletim R egards N69, Socit Splologique de W allonie: Dec/2008Jan/2009. Boletim eletrnico Argentina Sub ternea N21, F ederacin Argenti na de Espeleologas: F ev/2009. Boletim The Journal of the Sydney Speleological Society N2, SSS: F ev/2009. As edies impressas esto disponveis para consulta na Biblioteca da SBE. Os arquivos eletrnicos podem ser solicitados via e-mail. I n f o r m e P u b l i c i t r i o www .dolomit as.com.br So Paulo, SP Petzl Blue W ater Omega PacificBRC Black DiamondMaha PowerexGarminSeattle S port s Headlamp s FreiosMosquetesCap acetes PoliasAscensoresDescensores fit as tubulares de 15 e 25mm Mosquetes 10% de desconto p ara scios ativos da SBE 09 a 12/07/2009 30 CBE Congresso Brasileiro de Espeleologia Montes Claros-MG www .sbe.com.br/30cbe.asp 19 a 26/07/2009 15 ICS Congresso Internacional de Espeleologia K err ville, T exas USA www .ics2009.us N e l c i o F a r i a d e S a l e s