Citation
SBE Notícias

Material Information

Title:
SBE Notícias
Series Title:
SBE Notícias
Alternate Title:
SBE Notícias: Boletím Eletrônico da Sociedade Brasileira de Espeleologia
Publisher:
Sociedade Brasileira de Espeleologia
Publication Date:
Language:
Portuguese

Subjects

Genre:
serial ( sobekcm )

Notes

General Note:
- SBE Notícias de cara nova; - 55º SBE de Portas Abertas: Sessão de Cinema; - Entrevista: Ignez Guimarães (SBE 0009); - Reajuste para visitação na Gruta Rei do Mato; - Igreja é construída dentro de uma caverna no interior do Ceará; - Homem das cavernas sofria de mau hálito; - Revisão Bibliográfica dos Métodos de Coleta de Invertebrados e Vertebrados; - Restaurante em caverna no Quênia permite jantar sob as estrelas; - Fotógrafo registra o interior de complexo de cavernas no País de Gales; - A volta do queijo das cavernas; - Espaço do Leitor: Gruta da Carrapateira - Lajedo do Rosário em Felipe Guerra - RN;
Restriction:
Open Access - Permission by Publisher
Original Version:
Vol. 9, no. 286 (2014)
General Note:
See Extended description for more information.

Record Information

Source Institution:
University of South Florida Library
Holding Location:
University of South Florida
Rights Management:
All applicable rights reserved by the source institution and holding location.
Resource Identifier:
K26-03666 ( USFLDC DOI )
k26.3666 ( USFLDC Handle )
12754 ( karstportal - original NodeID )
1809-3213 ( ISSN )

USFLDC Membership

Aggregations:
Karst Information Portal

Postcard Information

Format:
Serial

Downloads

This item has the following downloads:


Full Text
Description
- SBE Notcias de cara
nova; 55 SBE de Portas Abertas: Sesso de Cinema; -
Entrevista: Ignez Guimares (SBE 0009); Reajuste para
visitao na Gruta Rei do Mato; Igreja construda dentro de
uma caverna no interior do Cear; Homem das cavernas sofria
de mau hlito; Reviso Bibliogrfica dos Mtodos de Coleta de
Invertebrados e Vertebrados; Restaurante em caverna no Qunia
permite jantar sob as estrelas; Fotgrafo registra o interior
de complexo de cavernas no Pas de Gales; A volta do queijo
das cavernas; Espao do Leitor: Gruta da Carrapateira -
Lajedo do Rosrio em Felipe Guerra RN;



PAGE 1

Nesta edio: SBE NOTCIAS DE CARA NOVA Voc j deve ter percebido que o boletim SBE Notcias est diferente. Ao longo dos ltimos 9 anos publicamos 285 edies do nosso boletim informativo. Durante esse perodo recebemos contedo de associados, grupos de espeleologia, universidades e outros envolvidos com a questo espeleolgica. O antigo layout, desenvolvido em Corel Draw, acompanhava nosso boletim desde a primeira edio, publicada em 2006. A ideia de modificar o layout do boletim surgiu da necessidade de modernizar a forma de edit lo e promover o uso de menos cores, o que permite promover um maior foco do leitor no contedo. Alm disso, o SBE Notcias ser divulgado quinzenalmente, sempre nos dias 01 e Modernizamos a disposio dos textos e modificaQueremos que vocs nos enviem no apenas as maravilhosas fotografias de campo, mas tambm outros contedos que julgarem interessantes como vdeos ou textos histricos. Tambm inclumos um quadro de entrevistas com espelelogos, que ser divulgado uma vez por ms. A SBE agradece a todos que colaboraram com o SBE Notcias ao longo desses anos e, esperamos que apreciem o novo layout! Envie e mail para sbenoticias@cavernas.org.br e conte -nos o que voc achou do novo boletim. Antigo layout era utilizado desde 2006 Sesso de cinema ocorrer no dia 01 de Fevereiro. Participe! A SBE convida todos para a sesso de cinema no O filme conta a histria de seis amigas que se renem para a explorao de uma caverna, porm, depois de um trgico acidente elas ficam presas no local e so perseguidas por criaturas sedentas por sangue. Enquanto a amizade fica cada vez mais deteriorada frente presso que enfrentam, elas devem lutar pela sobrevivncia. O filme do gnero terror e a classificao indicativa de 16 anos. Traga seus amigos para essa misteriosa experincia! Data: 01/02/2014 Horrio: 15h00 Local: Sede da SBE Parque Portugal (Lagoa do Taquaral), Entrada 02 Ao lado da Concha Acstica. Entrada gratuita SBE Notcias de cara nova tas Abertas Sesso de Cinema Entrevista: (SBE 0009) Reajuste para visitao na Gruta Rei do Mato Igreja construda dentro de uma caverna no interior do Cear Homem das cavernas sofria de mau hlito Reviso Bibliogrfica dos Mtodos de Coleta de Invertebrados e Vertebrados Restaurante em caverna no Qunia permite jantar sob as estrelas Fotgrafo registra o interior de complexo de cavernas no Pas de Gales A volta do queijo das cavernas Espao do Leitor SESSO DE CINEMA

PAGE 2

SBE Quando e como foi sua primeira cavernada? Ignez Foi em 1965 ou vistas que tinha (todas por ns publicadas) doei para a SEE. SBE Conte nos brevemente quais foram as principais sensaes que voc teve durante as primeiras expedies em que participou. Ignez A primeira cavernada foi em D. Bosco pois a SEE treinava os novatos nela. No uma caverna bonita mas dava para saber se um pretendente era apto para a SEE. A maioria desistia devido ao escuro. Foi hilrio. Estvamos numa caverna cujo acesso era por uma plataforma estreita (mal cabia os ps) com uns 3m de altura e um rio estreito mas rpido e a plataforma acaba pois um afluente a cortava. Os rapazes davam impulso e pulavam para o outro lado, tambm plataforma estreita, mas para mim era muito largo. Simplesmente fui jogada de um lado para o outro. Lembro me que quem me segurou foi o Reginaldo Lima Verde Leal, mas no me lembro que me jogou (talvez um colega com o apelido de Trator). No tive medo, mas alvio quando pus os ps no cho. O pessoal ria muito. SBE Quais foram os trabalhos mais importantes que voc desenvolveu na espeleologia? Ignez Possivelmente foi o estudo de um peixe troglbio encontrado no atual PETAR (no me lembro em qual caverna), ou o opilio de Terra Ronca, e descritos em artigos da Revista da SEE mais e nessa poca fazia bioespeleologia). SBE Uma cavernada inesquecvel? Ignez Caverna de Santana. SBE Como voc conheceu a SBE? Ignez Sou fundadora SBE Uma mensagem para as pessoas que esto iniciando ou querem comear a praticar a espeleologia: Ignez A atividade espeleolgica imprescindvel em todas suas modalidades. Alm do fator cientfico, tem tante utiliza uma caverna rochosa como templo. A Igreja da Gruta, localizada no municpio de Quixad no Cear foge do padro normal dos templos evanglicos e as pessoas tm buscado cada vez mais frequentar este sagrado local que fica em contato direto com a natureza. No Brasil existem algumas cavernas que so atreladas ao aspecto religioso. Um dos casos mais famosos em Bom Jesus da Lapa. Entretanto, poucos so os registros de igrejas evanglicas que utilizam cavernas e grutas como templo. Recentemente foi descoberto que uma igreja protesENTREVISTA: IGNEZ GOMES GUIMARES (SBE 0009) IGREJA CONSTRUDA DENTRO DE UMA CAVERNA Clique na imagem para assistir o vdeo dois mil visitantes por ms e est sob a responsabilidade do Instituto Estadual de Florestas (IEF), que em outubro de 2013 publicou a uma portaria onde estabelecia novas normas de uso pblico do espao. O reajuste foi uma determinao do rgo uma vez que o monumento estadual deixou de ser responsabilidade da prefeitura a partir da extino da Seltur. Os visitantes podem conhecer a Gruta das 9h s 17h, durante todos os dias da semana. As normas definem regras para uso pblico da unidade, que se entende pela visitao com finalidade recreativa, esportiva e etc. REAJUSTE PARA VISITAO NA GRUTA REI DO MATO A direo do Monumento Natural Estadual Gruta Rei do Mato publicou na internet um informe com a nova taxa de visitao do ponto turstico, que passa de R$ 10 para R$ 15 para quem pagar o valor cheio, sendo que estudantes e idosos pagam meia entrada. A Gruta Rei do Mato recebe cerca de o social global e o social intrnseco que nosso mesmo, pois ficando 15 dias acampados no meio do mato tomando banho de riacho que voc conhece o verdadeiro carter de quem voc julga amigo. Ser prestativo, compreensivo e comportar se dentro de padres ticos e morais em qualquer hora e situao, gostar do que faz e estar apto a faz lo, devem ser qualidades inerente dos espelelogos. Local conhecido pelas grandes formaes rochosas

PAGE 3

HOMEM DAS CAVERNAS SOFRIA DE MAU HLITO Nossos antepassados j sofriam de dor de dente e mau hlito h 15.000 anos, muito antes da agricultura e da produo de alimentos, que at agora eram vinculados ao aparecimento de cries, revelam cientistas que estudaram esqueletos encontrados no Marrocos. Os caadores coletores que viviam nas Cavernas de Taforalt, na regio marroquina de Oujda, entre 13.700 e com problemas de higiene bucal, destacou o estudo publicado nas Atas da Academia Nacional de Cincias (PNAS) dos Estados Unidos, indicando que 51% dos dentes dos adultos encontrados tinham cries. Este percentual muito maior taxa de cries observada geralmente nos dentes dos caadores coletores, que oscilou de 0% a 14%, e est muito mais prximo do nvel registrado nos agricultores pr histricos, destacou o estudo. Outros indcios encontrados no local sugerem que estes humanos pr histricos coletavam sistematicamente bolotas um tipo de noz pinhes e frutas secas ricas em hidratos de carbono fermentveis, explicaram os cientistas, entre os quais esto Louise Humphrey, do Museu de Histria Natural de Londres, principal autora deste trabalho. Provavelmente as bactrias consumiam os carboidratos que permaneciam nos dentes destes humanos pr histricos, apodrecendo os. "A maioria dos ocupantes desta caverna tinha cries e abscessos dentrios e deve ter sofrido de dor de dente e mau hlito", destacou em um comunicado Isabelle DeGroote, professora de antropologia na Universidade John Moores de Liverpool, que participou deste estudo. A ltima pesquisa envolveu um total de 52 adultos, cujos esqueletos foram encontrados na dcada de 1950, e durante escavaes mais recentes, iniciadas em 2003. Para os pesquisadores, a frequncia e a gravidade das cries observadas neste grupo de humanos pr histricos mostram claramente que comer plantas silvestres pode ser to prejudicial para a sade dos dentes quanto alimentos que contm acar refinado nas sociedades modernas. Para se multiplicar, as bactrias causadoras das cries, dependem da presena de carboidratos fermentveis nos dentes como os encontrados nos cereais produzidos pelos agricultores. A transmisso da infeco ocorre por contato ntimo entre as pessoas. REVISO BIBLIOGRFICA DOS MTODOS DE COLETA DE INVERTEBRADOS E VERTEBRADOS Os estudos relacionados fauna caverncola tiveram grande avano nas ltimas dcadas. Infelizmente, as metodologias de coleta utilizadas no passaram por padronizao ou estudo que testem sua eficcia de captura e levantamento. Sendo assim, so necessrias pesquisas que revelem como e quais metodologias devem ser usadas para que haja confiabilidade nos dados bioespeleolgicos a partir destas metodologias. O trabalho ncola terrestre: reviso bibliogrfica dos mtodos de coleta de invertebrados e vertebrade Aline Reis e Bruno Kraemer apresentado durante o 32 Congresso Brasileiro de Espeleologia (32 CBE), mostra que a grande maioria dos autores consultados optam pela metodologia de coleta ativa seguida pela armadilha de queda. A pesquisa apresentada faz uma anlise dos estudos bioespeleolgicos j realizados, alm da descrio dos procedimentos adotados para inventrios das comunidades caverncolas. H a necessidade de realizao de mais estudos sobre o assunto com o objetivo de aumentar a confiabilidade s tcnicas de captura para a realizao de inventrios mais eficazes nas anlises de significncia das faunas caverncolas. A espeleologia no Brasil ainda tenta se equilibrar e dar os primeiros passos. A legislao ainda falha e vem sofrendo alteraes que, em grande parte, privilegiam os setores que buscam explorar estes ambientes, sem se importar com a supresso das cavidades. Para que haja explorao sem riscos de perdas biolgicas permanentes devem se desenvolver maiores estudos a respeito do tema e exigir que a este seja dado valor. documentamos este tipo de comportamento na cultura bero Mauritana", que prosperou no Magreb durante o perodo Mesoltico, declarou Humphrey em e mail enviado AFP. Nas sociedades modernas a m higiene bucal est vinculada a diversos problemas de sade, como doenas cardiovasculares, e poderia ter sido a causa da alta mortalidade nas populaes de caadores coletores pre histricos, afirmaram os autores deste trabalho.

PAGE 4

RESTAURANTE EM CAVER NA NO QUNIA PERMITE JANTAR SOB AS ESTRELAS A VOLTA DO QUEIJO DAS CAVERNAS FOT"GRAFO REGISTRA O INTERIOR DE COMPLEXO DE CAVERNAS NO PAS DE GALES Jantar em uma caverna de centenas de milhares de anos, com aberturas no teto que permitem ver as estrelas e uma iluminao especial deixa o ambiente com ar romntico. essa a experincia luxuosa que podem viver os clientes do Ali Qunia Situado 10 metros abaixo da terra, em uma caverna de idade estimada entre 120 mil e 180 mil anos, o restaurante fica a 30 km de Mombaa. A caverna faz parte de um vasto complexo de grutas na regio e formada por uma srie de cmaras interligadas. O cardpio focado em culinria internacional, especialmente em frutos do mar. O local no aceita crianas com menos de seis anos. O nome do estabelecimento uma homenagem no, George Barbour. Segundo ele, as cmaras onde ficam a cozinha e os banheiros Em dias de chuva, os buracos naturais no teto, que deixam partes do salo a cu aberto, so protegidos por uma cobertura deslizante. possvel fazer um tour virtual pelo restaurante clicando aqui. e recentemente passou a remecei a combinar essas duas paixes e fiquei fascinado com o resultado. Muitas vezes necessrio prestar muita ateno para conseguir a melhor iluminao e muito esforo para bons resultados, pois as cavernas so muito escuras e raramente tm enO espelelogo e fotgrafo de 22 anos, Joshua Bratchley, registrou uma srie de imagens lindssimas de um complexo de cavernas ao sul do pas de Gales. Joshua sempre gostou de fazer trilhas pelas cavernas queijo, disse ter chegado a um acordo com os tcnicos franceses para que o roquefort pudesse ser comercializado por aqui atendendo s normas para maturao e temperatura de conservao do queijo. O roquefort feito de leite cru de ovelha, da raa lacaune, em uma regio do sul da Frana. O queijo azul, que smbolo gauls, foi o primeiro queijo a receber um Controll a cobiada denominao de origem controlada que atesta que os produtos so feitos em determinado territrio seguindo prticas tradicionais. O Brasil suspendeu recentemente o embargo ao tradicio n a l q u e i j o r o q u e f o r t f r a n c s o qual j durava mais de seis meses. O anncio da retirada da restrio foi feito durante a visita do presidente francs, Franois Hollande. A medida parte de uma srie de acordos entre Frana e Brasil para estimular a parceria e o comrcio dos setores agrcola e alimentar entre os dois pases. O Brasil alegava razes sanitrias para vetar a entrada do clebre queijo francs. O Ministrio da Agricultura, Pecuria e Abastecimento (Mapa), que certifica produtos de origem animal, como o No caso do roquefort, o fungo Peninicillium roqueforti injetado no queijo, que matura, por no mnimo 15 dias, em cavernas no vilarejo de Roquefort sur Soulzon, de cerca de 600 habitantes. E no so cavernas quaisquer: foram formadas nos escombros cados da montanha de Combalou h 1 milho de anos. Idade da caverna estimada em 120 mil anos Queijo volta a ser comercializado no Brasil Espelelogo passou a registrar as imagens recentemente

PAGE 5

Incomodados pelos visitantes da caverna Local : Gruta da Carrapateira Felipe Guerra RN Autor : Paschoal Bronzo Data: 10/01/2014 A formao Jandara constituda de calcrio e onde se encontram a maioria das cavernas em vrios municpios do Rio Grande do Norte. Prximo igreja, na cidade de Felipe Guerra, existem alguns blocos de calcrio bastante decompostos com caractersticas de deposio em ambiente de caverna. -----------------------------------------------------------------ESTE ESPAO SEU! ENVIE SUA CONTRIBUIO PARA SBENOTICIAS@CAVERNAS.ORG.BR www.cavernas.org.br ESPAO DO LEITOR --------------------------------------------------------------------------------------. -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------